Trio é preso suspeito de aplicar golpe na compra e venda de veículos

Dois foram autuados em flagrante por terem emprestado contas para o recebimento de R$ 20 mil e R$ 25 mil , respectivamente

Três homens foram presos na última terça-feira (6) em Goiânia, suspeitos de aplicarem a fraude conhecida popularmente como “golpe do intermediário“. As prisões ocorreram após as investigações do Grupo de Repressão a Estelionato e Outras Fraudes da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (GREF/DEIC).

Segundo a Polícia Civil (PC), o golpe consiste na realização de uma transação comercial de compra e venda de veículos por meio de aplicativos de vendas. Um intermediário (golpista) convence tanto o vendedor como o comprador do veículo a não se comunicarem diretamente para, ao final da suposta negociação, induzir que o valor de venda fosse depositado em uma conta bancária indicada por ele.

Recebido o dinheiro, normalmente em conta de “laranjas”, o golpista some e deixa as vítimas no prejuízo.

Dos presos, dois foram autuados em flagrante por terem emprestado contas bancárias para o recebimento de R$ 25 mil reais e R$ 20  mil reais, respectivamente. O terceiro envolvido foi autuado por auxiliar o executor dos crimes exercendo a função de agenciador de pessoas que se prestem ao papel de “laranja”.

Os três presos foram autuados pelo crime de estelionato, cuja pena máxima pode chegar a cinco anos. Um quarto suspeito, que segundo a PC provavelmente é o mentor dos golpes, também já foi identificado pelos investigadores do GREF/DEIC.

Fonte: Mais Goiás

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*