Caiado critica retomada de aulas presenciais e diz que não colocará Saúde de Goiás em risco

“Vimos que nos Estados que ousaram fazer isso os resultados foram extremamente danosos. Posso cometer excessos no intuito de proteger vidas, jamais no intuito de poder liberar algo que possa comprometer a saúde do Estado”, disse o democrata

O governador Ronaldo Caiado (DEM) voltou a enfatizar a posição do Estado a respeito do retorno às atividades escolares em Goiás. Ao tocar no assunto, o democrata lembrou ser o único governador com formação médica no país. “Isso me impõe uma responsabilidade ainda maior”, destacou Caiado ao enfatizar que Goiás, “não acolhe” a tese de retomada.

“Temos nos colocados nesse momento de forma ate pouco compreendida por alguns. No entanto, vimos que nos Estados que ousaram fazer isso os resultados foram extremamente danosos”, completou o democrata.

Em outro trecho de seu discurso, Caiado citou, como justificativa, países como a França, Espanha e Inglaterra. “Países esses que estão revendo suas normas e impondo toque de recolher”, ao passo em que Goiás registra “uma curva em declínio com menor ocupação dos leitos de UTI”.

“Isso tudo nos causa uma tranquilidade enorme pois somos os responsáveis pela saúde da nossa população. (…) Não podemos abrir mão dos protocolos e precisamos mantê-los vivos. Posso cometer excessos no intuito de proteger vidas, jamais no intuito de poder liberar algo que possa comprometer a saúde do Estado”, pontuou o democrata.

Por Felipe Cardoso – Jornal Opção

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*