Em novo aceno ao centrão, Bolsonaro dá vice-liderança no Congresso ao PL

O senador Jorginho Mello — Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Bolsonaro avalizou o nome do senador Jorginho Mello (PL-SC) para o cargo vago desde a saída do deputado Ricardo Barros (PP-SC), que virou líder na Câmara.

Em mais um gesto de aproximação com o centrão, o presidente Bolsonaro avalizou o nome do senador Jorginho Mello (PL-SC) para a vice-liderança no Congresso.

O posto estava vago desde a saída do deputado Ricardo Barros (PP-SC), que virou líder do governo na Câmara.

As lideranças e vice-lideranças são, além de cargos de confiança do governo, responsáveis pela articulação política de projetos que interessam ao governo no Congresso.

Jorginho Mello foi escolhido pelo líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes (MDB-TO). “É um nome excelente e foi responsável pelo Pronampe (programa de apoio às microempresas e pequenas empresas)”.

A distribuição de postos como a vice-liderança para partidos do centrão faz parte da estratégia do governo de buscar apoio entre parlamentares do bloco para garantir a sobrevivência política do governo em caso de crise, além de votação de matérias importantes.

O PL (antigo PR) tem como seu principal líder Valdemar Costa Neto, que chegou a ser condenado no escândalo do mensalão do PT.

Ainda falta o governo decidir quem assumirá a vaga do senador Chico Rodrigues (DEM) na vice-liderança do Senado. O centrão também pleiteia a vaga deixada pelo parlamentar, que foi flagrado com dinheiro na cueca pela Polícia Federal.

Por Andréia Sadi – G1.COM

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*