Revista Veja: Marconi Perillo “usava dinheiro público para presentear amigos com artigos de luxo”

O ex-governador de Goiás teria presenteado amigos com obras de arte, joias e produtos de luxo. A descoberta é atribuída a Ronaldo Caiado

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, descobriu mais um esqueleto da gestão do antecessor Marconi Perillo.

Notas fiscais de obras de arte, joias e outros artigos de luxo foram localizadas por servidores do governo. Os gastos faziam parte do lado “generoso” de Perillo.

Ele usava o dinheiro público para presentear figurões no estado. No dia 6 de março de 2018, por exemplo, a Casa Civil de Perillo torrou 3.630 reais numa pintura Helena Vasconcelos e 1.120 num kit berço.

Na semana seguinte, no dia 12 daquele mês, a mesma Casa Civil queimou mais 1.139 reais num colar de pérolas. Ainda em março daquele ano, no dia 27, foram mais 1.300 reais numa blusa.

Já em julho de 2018, a natureza dos presentes mudou. Apenas numa compra, foram 2.397 reais num jogo de taças e num jogo de jantar com 42 peças.

Diante da farra, Caiado mandou proibir o uso de dinheiro público para o pagamento de presentes no governo. Se o gestor público quiser agradar alguém, que tire do bolso.

 

Por Revista Veja

print