Mesa Diretora da Câmara cassa mandato de deputado condenado pelo TSE

A Mesa Diretora da Câmara dos Deputados confirmou nesta quinta-feira (5/11) a cassação do mandato do deputado federal Manuel Marcos (Republicanos-AC), condenado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por abuso de poder econômico nas eleições de 2018.

O corregedor da Casa, deputado Paulo Bengtson (PTB-PA), apresentou o parecer confirmando a cassação do mandato de Manuel Marcos, em cumprimento da decisão do TSE. O afastamento é automático, sem a necessidade de passar pelo Conselho de Ética ou pelo plenário da Casa.

“O relatório confirma a decisão do TSE e foi aprovado por unanimidade. Já foi redigida a nota da Mesa da Casa e será publicada no Diário Oficial. Já dando posse ao suplente”, explicou Bengtson.

Com anulação dos votos de Manuel Marcos, quem assume a vaga é o ex-deputado federal Léo de Brito (PT-AC), que não conseguiu se reeleger. Em 2018, ele obteve 14.881 votos na chapa Frente Popular do Acre I.

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*