Homem bate carro alugado e fala que foi roubado para não ter de pagar o seguro, diz polícia

Um homem foi atuado após bater o carro alugado que dirigia e falar que foi roubado para não ter de pagar o seguro, segundo a Polícia Militar. Ele vai responder por falsa comunicação de crime.

De acordo com o boletim de ocorrências, o homem alugou o carro em Anápolis por cinco dias e viajou a Goiânia, a 55 km de distância, para buscar alguns pertences na casa da ex-namorada. Porém, na capital, ele bateu o carro em uma lixeira, na quarta-feira (4).

O motorista, então, abandonou o veículo, chamou um motorista por aplicativo e voltou para Anápolis. Ao chegar em casa, ligou para a Polícia Militar e disse que tinha sido roubado por dois homens em uma moto e que um deles estava armado.

G1 tentou contato com o motorista, mas as ligações não foram completadas.

Equipes da PM começaram a fazer buscas em Anápolis à procura dos falsos criminosos, mas o homem acabou, de forma espontânea, confessando que não tinha sido roubado. Para provar que não houve o roubo, ele mostrou conversas em aplicativo de mensagem onde falava sobre o caso e passou a localização de onde o carro estava, em Goiânia.

O homem assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por ter comunicado a existência de um crime que não aconteceu e, em seguida, foi liberado. Ele também se comprometeu a comparecer a uma audiência na Justiça.

Fonte: G1 Goiás

print