Representação é aberta na OAB contra advogado que humilhou Mari Ferrer

Uma representação foi aberta no Tribunal de Ética e Disciplina da Subceção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) da Seccional de Santa Catarina contra a conduta do advogado Cláudio Gastão da Rosa Filho na audiência de julgamento de André de Camargo Aranha, acusado de estuprar a influencer Mari Ferrer.

Segundo o advogado Marco Vicenzo, autor da representação, a conduta de Gastão “claramente ofendeu o Estatuto da OAB, mostrando-se prática incompatível com a dignidade da profissão”. Para ele, as imagens da audiência comprovam uma verdadeira “agressão moral” contra Mariana.

A fim de fortalecer a representação, é citada a nota de repúdio emitida pela Comissão Nacional da Mulher Advogada frente aos atos do advogado.

print