Focus: previsão da inflação sobe pela 13ª vez seguida e fechará ano em 3,2%

O relatório de mercado Focus, publicado nesta segunda-feira (9/11) pelo Banco Central (BC), alterou a previsão da inflação do país de 3,02% para 3,2% em 2020. Esta foi a 13º semana de alta consecutiva.

A inflação é medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). No ano (janeiro a outubro), o indicador acumula alta de 2,22%, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Só em outubro, a alta no preço dos alimentos e das passagens aéreas pressionou a inflação para 0,86% — o maior resultado para o mês desde 2002, quando o indicador foi de 1,31%.

Há quatro semanas, o boletim Focus previa que a inflação do país terminaria 2020 em 2,47%. A projeção tem crescido após o agravamento causado pela pandemia do novo coronavírus na economia mundial.
Nessa crescente, contudo, famílias de baixa renda são as mais prejudicadas. No ano, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) — voltado a famílias que ganham até cinco salários mínimos — acumula alta de 2,95%.
O Focus também trouxe dados sobre outros indicadores econômicos. A projeção sobre a taxa Selic — a taxa básica de juros — se manteve estável, em 2% ao ano, e o Produto Interno Bruto (PIB) também, em -4,8%.
Fonte: Metrópoles
print