Juventus quer se livrar de Cristiano Ronaldo para aliviar as contas

Cristiano Ronaldo tem o salário mais alto da Juventus, cerca de R$ 195,80 milhões. Este valor é cinco vezes maior que Paulo Dybala, companheiro mais bem pago depois dele. O contrato do português vai até junho de 2022, mas a Velha Senhora quer se livrar dele antes disso.

Além do problema com os números, há ainda a polêmica quanto à suposta quebra de protocolo da Covid-19 e, de acordo com o Daily Mail, os problemas em campo também estão sendo levados em consideração. A Juve não tem intenção de renovar o contrato com CR7 e, segundo o Sport, quer aliviar a folha salarial do elenco.

O treinador Andrea Pirlo tem criticado o português e chamou, não só ele como os atacantes da equipe, de egoísta, após a vitória sobre o Ferencváros na Champions. “Falo muito com os meus jogadores, mas ele fazem as escolhas quando estão em campo. Eles poderiam ter sido menos egoístas e matado o jogo mais cedo”, disse o ex-jogador da Juventus.

Cristiano atuou em apenas cinco dos 10 jogos disputados pela equipe italiana na atual temporada e marcou seis gols. O que motivou sua ausência foi a infecção do novo coronavírus e, agora, ele pode perder mais partidas pois lesionou o tornozelo no empate contra a Lazio nesse domingo (8/11).

A Juventus está tendo dificuldades para defender o título este ano. Já se passaram sete rodadas do Campeonato Italiano e a equipe somou 13 pontos, estando quatro atrás do líder Milan, e na 5ª posição na tabela. O próximo jogo será no dia 21, contra o Cagliari, em casa, às 16h45.

Fonte: Metrópoles

print