Planaltina de Goiás: candidato acusado de sacar arma é autuado por ameaça

O candidato à Prefeitura de Planaltina (GO), Delegado Cristiomario, e a mulher que se diz vítima de agressão por parte dele, responderão por ameaça e lesão corporal. O caso onde o político foi acusado de sacar a arma no meio da rua ocorreu neste domingo (15/11), próximo ao final do horário de votação.

Conforme explica o delegado-chefe da delegacia da cidade, Antônio Humberto, os dois envolvidos apresentaram versões em que afirmam ter sofrido algum tipo de violência. “Ele apresentou arranhões e ela marcas no braço. Representamos dessa forma e caberá à Justiça decidir”, comenta.

Uma ocorrência de que o candidato ter supostamente circulando por zonas eleitorais também foi registrada. “Isso também será encaminhado à Justiça Eleitoral, que deve analisar”, diz Humberto.

Na saída da delegacia, o Delegado Cristiomario se defendeu novamente das acusações. “O momento do vídeo em que aparece a arma é quando eu saio do carro, tiro do colo e vou guardar na cintura”, destaca.

Para o candidato, a vítima foi usada para criar fatos contra a campanha dele no dia da votação. “Os PMs disseram que ela veio aqui mais três vezes hoje. Estava arrumando confusão”, minimiza.

Veja o vídeo:

 

Fonte: Metrópoles

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*