Farmacêutico é preso após declarar morte de bebê que estaria vivo, na Índia

Um bebê com menos de um ano foi declarado como morto por um farmacêutico que assumiu o papel de médico dentro de um hospital em Assam, na Índia. Porém, quando os pais da criança foram preparar o corpo para o funeral notaram o menino se mexendo e decidiram levá-lo para um segundo hospital, onde ele foi declarado definitivamente como morto. A polícia acredita que se o erro na primeira unidade de saúde não tivesse acontecido, o menino estaria vivo. O farmacêutico foi preso. Segundo o The Sun, o menino havia sido levado pelos pais para o Hospital Muttuck Tea Estate no último domingo (8), e na ausência do médico, o farmacêutico Gautram Mitra deu o diagnóstico para a família de que o pe… – Veja mais em https://noticias.uol.com.br/internacional/ultimas-noticias/2020/11/10/bebe-declarado-morto-acorda-durante-funeral-na-india-medico-e-preso.htm?cmpid=copiaecola

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*