OAB-RS vai acompanhar investigação sobre morte de cliente no Carrefour

A Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil seccional do Rio Grande do Sul (OAB-RS) informou, nesta sexta-feira (20/11), que acompanhará o caso do cliente agredido e morto por seguranças do supermercado Carrefour.

“A comissão acompanhará todos os desdobramentos do episódio envolvendo as agressões abusivas que resultaram na morte de João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, na noite dessa quinta-feira (19/11)“, informou a OAB, em comunicado.

A Comissão da Igualdade Racial também afirmou que vai monitorar a evolução das investigações do “lamentável episódio”. Segundo a Polícia Civil estadual (PCRS), João Alberto morreu devido a um ataque cardíaco ante a pressão das agressões.

A missão institucional da OAB é assegurar a transparência das investigações e acompanhar as apurações com a devida responsabilização dos envolvidos. “Confiamos no trabalho da Polícia Civil para elucidação total dos fatos”, prosseguiu.

Imagens gravadas por testemunhas que circulam em redes sociais mostram o momento em que a vítima, um homem negro, é agredida pelos dois seguranças. Uma funcionária do supermercado acompanhou toda a situação de perto.

Um dos detidos é policial militar. Ele foi levado a um presídio da corporação. O outro é segurança do Carrefour e está em uma unidade da Polícia Civil. Eles foram autuados por homicídio qualificado.

 

Fonte: Metrópoles

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*