Peritos começam a investigar incêndio que destruiu 30 lojas na Vila Canaã, em Goiânia

Peritos da Polícia Técnico-Científica de Goiás começaram, na quinta-feira (19), a investigar as causas do incêndio que destruiu cerca de 30 lojas na Vila Canaã, em Goiânia. As chamas e a fumaça tomaram conta da região, conhecida pela grande quantidade de lojas de autopeças, na quarta-feira (18).

De acordo com o gerente do Instituto de Criminalística, Antônio Carlos de Macedo Chaves, ainda não se sabe o que provocou o fogo, mas não há, até o momento, indícios de uma ação criminosa.

“Há mais elementos para apontar para um acidente que para um incêndio criminoso, mas não podemos descartar essa hipótese também”, afirma.

 

A perícia será retomada nesta sexta-feira (20). Segundo Antônio Carlos, não há um prazo determinado para a conclusão, pois trata-se de uma situação complexa.

“É uma perícia complexa, uma perícia difícil, porque as chamas acabam destruindo as provas, os vestígios”, afirma.

 

O gerente do Instituto de Criminalística explica que, além disso, o local foi vastamente danificado, o que dificulta ainda mais o trabalho da perícia. De acordo com ele, a equipe realizará uma série de testes para tentar descobrir as causas do incêndio.

“Existem diversos exames feitos pelos peritos, como tentar procurar vestígios de acelerante, que são produtos inflamáveis, que poderiam ter sido provocados intencionalmente, olhar a rede elétrica para ver se foi um curto circuito, a presença de equipamentos eletrônicos, tudo para poder localizar onde iniciou o incêndio”, relata.

Incêndio na Vila Canaã, em Goiânia, Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Incêndio na Vila Canaã, em Goiânia, Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

 

 

Fonte: G1 Goiás

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*