Fiscais do Procon vão atender denúncias de consumidores em três shoppings durante Black Friday, na Grande Goiânia

Fiscais do Procon Goiás vão fazer plantão em três shoppings para atender denúncias de consumidores na sexta-feira (27), dia da Black Friday, na Grande Goiânia. O objetivo é apurar, em três pontos de atendimento presenciais, as denúncias de preços durante as promoções. Atendimentos também serão feitos pelo telefone 151 e pelo site do Procon.

Os shoppings que terão atendimento presencial são: Flamboyant Shopping, Buriti Shopping, e Passeio das Águas. As equipes vão atender das 10h às 20h, em cada uma das unidades.

Segundo o órgão, nesta semana, todos os setores de atendimento e de fiscalização estarão com ações voltadas para a Black Friday, já que é uma data que normalmente aquece as vendas no comércio.

Por isso, o objetivo é que as equipes de plantão também apurem todas as denúncias que chegarem pelo telefone 151, e pelo site do Procon Web. Outra equipe estará na sede do órgão, no Centro de Goiânia, para se deslocar para as demais regiões da capital e de Aparecida de Goiânia, a fim de verificar possíveis infrações.

Segundo o Procon, a prática mais recorrente nesta época é a chamada “maquiagem de preço”, que ocorre quando os comerciantes elevam o valor dos itens na véspera da Black Friday para simular um desconto. Além disso, outra prática comum é a falta de entrega do produto, principalmente em compras on-line.

Procon disponibilizou preços de 1,2 mil produtos

 

Para ajudar os compradores a se prevenirem durante às compras, o Procon Goiás apresentou, na última segunda-feira (16), planilhas de preços de 1,2 mil produtos – que já estão ou devem entrar em promoção durante a Black Friday. O intuito é que o consumidor não seja enganado com falsos descontos.

Os fiscais visitaram 50 estabelecimentos comerciais de diversos seguimentos, como lojas de variedades, chocolates, calçados, eletrodomésticos, departamentos e supermercados, em Goiânia e Aparecida de Goiânia.

Dentre os vários produtos que tiveram seus preços catalogados, estão aparelhos eletrônicos, como celulares, televisores e notebooks, além de itens de higiene, beleza e vestuário.

Fonte: G1 Goiás

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*