No hospital, prefeito eleito Maguito chorou ao saber da vitória, diz Daniel

Presidente do MDB ainda disse que pai estará apto a dar orientações nas próximas semanas. Maguito despertou após redução na sedação para testes

Maguito Vilela (MDB) soube da vitória na disputa para prefeito de Goiânia no último domingo (29), revelou o presidente estadual do MDB, Daniel Vilela, durante entrevista realizada na manhã desta segunda-feira (30) à Rádio Sagres FM. Segundo ele, ao conhecer o resultado, o emedebista – internado para se tratar de covid-19 em São Paulo – chegou a derrubar uma lágrima.

Daniel Vilela explica que o pai teve diminuição na sedação durante o fim da tarde de domingo, o que permitiu que ele ficasse acordado por um tempo. Neste ínterim, enfermeira que cuida do emedebista disse a ele sobre a vitória. Maguito, então, teria chorado ao ouvir a notícia.

O presidente do MDB ainda disse que os parâmetros de saúde de Maguito estão positivos, o que promete uma semana de grandes conquistas para o prefeito eleito. “Os médicos reduzem a sedação para fazer testes. É bem possível que se ele atingir as metas não precise de sedação mais profunda ainda durante essa semana”, celebra.

Maguito Vilela foi eleito prefeito de Goiânia com 277.497 votos, o que representa 52,60% dos votos válidos. O emedebista está hospitalizado desde o dia 27 de outubro. No dia 30 de outubro foi intubado por quadro de insuficiência respiratória. Segundo o último boletim médico, ele encontra-se traqueostomizado e conectado a ventilação mecânica com parâmetros satisfatórios de oxigenação.

Transição

Daniel Vilela avalia que, com a evolução do estado de saúde de Maguito, é possível que ele possa orientar a equipe de transição já nas próximas semanas. Entretanto, ele, o coordenador de campanha, Agenor Mariano, e o vice eleito Rogério Cruz (Republicanos) agendaram visita ao prefeito Iris Rezende (MDB) na manhã desta segunda para iniciar as tratativas.

“Até o final desta semana, acredito que o prefeito eleito tenha condições de passar orientações. Conversamos, eu Agenor e Rogério, e decidimos a visita ao Iris pela manhã. Mas não precisamos tomar nenhuma decisão afoita. Lembrando que será um governo de continuidade, temos muitos colaboradores da atual administração, que conhece a gestão pública. Teremos facilidade na transição”, aponta Daniel.

O presidente do MDB deve ir ainda nesta segunda-feira a São Paulo para visitar o pai.

Críticas

Daniel Vilela voltou a criticar o tom adotado pela campanha de Vanderlan Cardoso (PSD), o qual taxou de “desumano, irresponsável e desrespeitoso”. Ele diz que ouviu relatos de carros de som por vários bairros com mensagens que dizia que Maguito havia morrido. Além disso, investiga rumores de que houve disparos em massa de WhatsApp que contestavam o estado de saúde do pai.

“Foi uma campanha desumana, que não levou em conta princípios humanos básicos. Mas campanha está superada estamos focando na recuperação do prefeito eleito”, rebate.

Por Mais Goiás

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*