Testes positivos para Covid-19 em Goiás aumentaram 25% em outubro, diz IBGE

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou uma pesquisa que mostra que o número de pessoas que testaram positivo para a Covid-19 em outubro aumentou em cerca de 26% em relação a setembro, em Goiás. Segundo o IBGE, das 1,35 milhão de pessoas que afirmaram que fizeram algum teste para detectar o vírus, 371 mil testaram positivo.

O estudo, divulgado na segunda-feira (1º), faz parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD) Covid-19, referente ao mês de outubro de 2020.

Segundo o instituto, em setembro, 1,35 milhão de moradores de Goiás afirmaram já ter feito algum teste para saber se estavam infectados pelo novo coronavírus, o que representa 18,9% da população total. Destes, 371 mil informaram que testaram positivo, o que representa um aumento de 25,8% em relação a setembro.

De acordo com o IBGE, mais da metade desse total eram mulheres, sendo 710 mil pessoas, ou 52,5%. O grupo que se encontra na faixa etária dos 30 aos 59 anos foi o que mais realizou testes, sendo 729 mil pessoas. Já a faixa etária que menos realizou testes foi a das crianças de 0 a 9 anos de idade, com 81 mil pessoas.

Conforme o instituto, a maioria das pessoas que afirmaram já ter feito algum teste ganhava até dois salários mínimos. Já as pessoas que ganhavam mais de quatro salários mínimos foram as que menos afirmaram que fizeram os exames, sendo 108 mil pessoas ou 8,0% do total.

Ainda segundo a pesquisa, mais goianos que se declararam pretos ou pardos realizaram testes do que aqueles que se declaram brancos, sendo 819 mil pessoas pretas ou pardas contra 520 mil pessoas brancas.

Fonte: G1 Goiás

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*