Caravelas-portuguesas aparecem no litoral de SP e assustam banhistas

Centenas de caravelas-portuguesas foram parar nas areias de uma praia de Peruíbe (SP) e assustaram moradores e turistas da região, uma vez que o animal pode causar queimaduras de até 3º grau. As informações são do portal G1.

Surpresa, a publicitária e turista Anna Seabra, de 39 anos, disse ter pensado, inicialmente, que as caravelas – de cores que variam entre azul, roxo e rosa – eram sacos plásticos ou mesmo preservativos na faixa de areia.

“Se estivesse passando ali sozinha, ia achar que era um saco plástico, uma camisinha, ou algo do tipo, porque é bem estranho. Parece um ser de outro planeta mesmo”, afirmou Anna ao G1, que disse estar em Peruíbe para visitar a irmã.

“Costumo visitar a minha irmã aqui em Peruíbe. Fiquei bem assustada com as caravelas, porque elas parecem um ser de outro planeta. Nunca tinha visto”, prosseguiu.

A caravela-portuguesa, na realidade, não é apenas um animal. Pertencente ao grupo dos cnidários, é um organismo pluricelular composto de quatro pólipos (logo, uma colônia). Ela não tem potencial para nadar, mas flutua no mar.

Segundo a revista National Geographic, esses animais têm, debaixo da carapaça mole, tentáculos venenosos de até 20 metros. São células urticantes, recheadas de filamentos que liberam as toxinas, capazes de matar um ser humano.

 

Fonte: Metrópoles

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*