MP-RJ analisa festa de Neymar; prefeito diz que não tem como barrar sem denúncia

A festa de ano-novo com a presença de Neymar em Mangaratiba (RJ) chamou a atenção também de autoridades responsáveis. O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) afirmou estar analisando representações sobre o evento. Já o prefeito da cidade, Alan Bombeiro (PP), afirmou que nada pode fazer enquanto não houver uma denúncia.

“Sem prejuízo, a Promotoria de Justiça com atribuição em Mangaratiba está analisando as representações encaminhadas para adoção das medidas eventualmente cabíveis”, afirmou o Ministério Público em nota oficial divulgada nesta terça-feira (29/12).

Por outro lado, a posição do MP-RJ difere da de Alan Bombeiro, prefeito de Mangaratiba. O mandatário municipal disse que não pode fazer nada por enquanto. “Não teve nenhuma denúncia para chegar lá e ver aglomeração do Neymar e tomar alguma medida além de uma orientação em nenhuma outra casa ou outro condomínio. O Neymar não vai ser o único. O Neymar foi orientado como qualquer outra pessoa foi orientada de que maneira deve fazer. Se houver erro de festa ou possível festa, que até agora a gente não viu nenhum pedido de festa, está se falando de festa, convidados, e a gente ainda não viu nenhuma festa. Até hoje, não teve nenhuma denúncia”, afirmou Bombeiro em entrevista à CNN Brasil.

“Existe uma especulação muito grande da festa e lista de convidados. O que chega para a gente aqui e o que a gente tem o controle é que são várias casas com várias pessoas alugadas e que uma pessoa que tem uma empresa chamada Fábrica vai fazer uma festa de final de ano na casa dele como qualquer morador tem autorização de acordo com nosso ato normativo para fazer desde que respeite todos os códigos de segurança que nós implantamos na cidade. É o álcool em gel, o uso da máscara, tantas pessoas por metro quadrado. Hoje, a gente não tem como precisar aqui, por exemplo, que casa é essa, que festa é essa, que convidados são esses”, comentou o prefeito de Mangaratiba.

 

Fonte: Metrópoles

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*