CASO FABIANO RESOLVIDO

 

Grupo de Investigação de Homicídios de Formosa

A vítima FABIANO RABELO MENDONÇA foi encontrada sem vida nas proximidades da Rua J no Setor Nordeste, na descida do Bar da Amanda, nas redondezas do Frigorífico. O encontro do corpo da vítima teria se dado por volta das 06:00 horas do dia 06 do mês de dezembro do ano de 2.020, na cidade de Formosa.

Após o comparecimento da Polícia Militar ao local, foi acionada a Polícia Técnico Científica, a equipe de papiloscopia da Polícia Civil e o Grupo de Investigação de Homicídios de Formosa. Desde então tem sido incessante os trabalhos investigativos na busca da identificação dos suspeitos e esclarecimento das circunstâncias do crime.

Constatou-se que FABIANO RABELO MENDONÇA teve sua vida brutalmente ceifada. A vítima foi torturada em vida, apresentando ao menos 15 (quinze) feridas de arma branca sem nenhuma letalidade potencial. Crê-se que os autores utilizaram tal mecanismo para infligir sofrimento à ele de forma a obter alguma informação valiosa, como a senha de cartão de crédito.

Através de extenso trabalho investigativo e da constante troca de informações com a Polícia Militar e demais instituições o Grupo de Investigação de Homicídios de Formosa logrou êxito em esclarecer as circunstâncias do crime e sua autoria aos 14 dias do mês de dezembro do ano de 2.020.

Já aos 16 dias de dezembro foi feita a representação pela prisão preventiva de um dos autores e internação provisória do adolescente envolvido. Após rápido parecer positivo do Ministério Público os pedidos realizados pela autoridade policial foram prontamente acatados pelo Poder Judiciário da Comarca de Formosa. Aos 18 dias do mês de dezembro do ano de 2.020 foram deferidas todas as medidas solicitas.

Desde então tem sido incessante os trabalhos do Grupo de Investigação de Homicídios de Formosa na tentativa de realizar a prisão dos envolvidos. Na tarde do dia de hoje (07/01/2021) em operação conjunta entre a Polícia Civil do Estado de Goiás e a Polícia Civil do Distrito Federal foi possível realizar a prisão do autor do bárbaro crime. O adolescente envolvido na empreitada criminosa também foi apreendido em razão da prática do ato infracional.

O inquérito policial já se encontra finalizado e será prontamente encaminhado ao Poder Judiciário para que o Ministério Público promova a responsabilização dos autores. O sucesso de toda investigação se deu graças ao trabalho incessante dos policiais civis do GIH de Formosa. Foi essencial ainda a colaboração da papiloscopia, Polícia Militar, Ministério Público, Poder Judiciário e Polícia Civil do Distrito Federal.

O trabalho conjunto permitiu que fosse dada a resposta tão esperada para o bárbaro crime que comoveu a sociedade formosense. Em um mês de investigação o caso resta concluído e os autores presos – resposta ansiosamente aguardada pela população local. Resposta esta que o Grupo de Investigação de Homicídios não mediu esforços para concretizá-la.

Os autores agora estão à disposição do Poder Judiciário para a continuidade da responsabilização penal e socioeducativa dos envolvidos.

POLÍCIA CIVIL: compromisso com a verdade e com a justiça.

#pcgo #policiacivil #11DRP #gih #homicidios

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*