Paulo Daher é exonerado por Caiado após protocolar ações contra eleição de Maguito

O ex-vereador Paulo Daher (DEM) foi exonerado do cargo de assessor especial do governo estadual nesta quinta-feira (7) pelo governador Ronaldo Caiado. A decisão se deu após o político protocolar ações que questionam a eleição de Maguito Vilela como prefeito de Goiânia.

As peças foram protocoladas na 146ª Zona Eleitoral de Goiânia e acusa a campanha emedebista de fraude nas eleições por divulgar informações falsas sobre o estado de saúde de Maguito. A ação alega incapacidade civil do prefeito licenciado de assumir o cargo e pede a cassação do diploma do emedebista e do vice-prefeito Rogério Cruz (Republicanos).

Ao jornal O Popular, Daher disse que tomou as ações como presidente estadual do PMN e não consultou o governador Ronaldo Caiado.

O governador ligou para Daniel Vilela, filho do prefeito licenciado e presidente estadual do MDB, para informar que decidiu pela exoneração de Daher e relatar que nada tem a ver com as ações. Segundo Caiado, o assessor especial exonerado teve atitude “insensível e desrespeitosa”.

O Diário de Goiás tenta contato com Paulo Daher.

 

 

Por Diário de Goiás

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*