“Fomos eleitos para mudar a vida dos goianos e é isso que estamos fazendo”, ressalta Lincoln Tejota

Em inauguração da Policlínica de Goianésia, vice-governador destaca a regionalização da saúde promovida pelo Governo de Goiás

O Governo de Goiás inaugurou nesta terça-feira (12) a Policlínica de Goianésia, que vai atender 60 municípios do Vale do São Patrício. Esta é a segunda Policlínica aberta desde o início do mandato do governador Ronaldo Caiado. A estimativa é de que outras quatro sejam abertas neste ano.

O vice-governador Lincoln Tejota participou da solenidade em Goianésia, ocasião em que ressaltou os investimentos que o Governo de Goiás tem feito na saúde pública. “A regionalização da saúde já é uma realidade em nosso estado. Com muita coragem, enfrentamos todos os desafios para avançar e devolver Goiás aos goianos. Nós fomos eleitos para mudar nosso estado e a vida dos goianos. Mais que dobramos os leitos de UTI e estamos levando leitos de terapia intensiva para todas as regiões. O nosso povo paga pela saúde e merece esse atendimento”, salientou o vice-governador.

A auxiliar de serviços gerais, Érika Fernandes, é uma das pacientes que já está recebendo atendimento na Policlínica de Goianésia. Nesta terça-feira, ela realizou exames laboratoriais e disse que está satisfeita com o funcionamento da unidade. “O atendimento está ótimo. Antes eu tinha que deslocar para Goiânia, Ceres ou Anápolis para ser atendida e hoje não. Eu moro aqui e ficou mais fácil com todas essas especialidades na minha cidade”, elogiou.

O secretário de Saúde, Ismael Alexandrino, explicou que as policlínicas são importantes para fortalecer o atendimento de saúde em nível intermediário, evitando que os pacientes evoluam para casos graves por falta de assistência permanente.

“Vivemos hoje uma estruturação, uma mudança de página: tínhamos a atenção primária, de responsabilidades dos municípios, e os hospitais, com pacientes em situação mais grave e complicada – de responsabilidade do estado-, mas não tínhamos nada no meio. O governador entendeu o vácuo assistencial no atendimento de média complexidade. A policlínica faz o elo na assistência e proporciona atendimento aos casos crônicos”, ressaltou ele.

Para o governador Ronaldo Caiado, unidades como a Policlínica de Goianésia conferem dignidade à população. “Estamos tratando de vidas, elas têm valor. Não podemos entregar a vida das pessoas à divina providência. Aqui as pessoas vão ser atendidas com hora marcada, sem nenhum custo para o cidadão. Temos que dar qualidade de vida às pessoas e humanizar o atendimento”, declarou.

Serviços

A Policlínica de Goianésia realizará consultas em 18 especialidades, com capacidade de 7 mil atendimentos por mês, além de oferecer 21 tipos de exames. Junto com a unidade, entra em funcionamento também a Carreta de Prevenção ao Câncer, que percorrerá os municípios da região para realização de exames de prevenção de câncer de mama e de colo de útero. Foram investidos R$9,4 milhões do tesouro estadual na obra.

 

 

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*