Cidades do Entorno do DF adotam toque de recolher e fecham comércios não essenciais

A alta ocupação de leitos de UTIs e o aumento nos casos de coronavírus levaram seis prefeitos da Região do Entorno do Distrito Federal a adotarem o toque de recolher e o fechamento do comércio não essencial por sete dias, inicialmente. As medidas começam a vigorar na segunda-feira (1º). A validade dos decretos é de 14 dias, mas a situação será reavaliada no sétimo dia.

As cidades que adotaram as medidas, parecidas com as tomadas pelo Distrito Federal, foram Luziânia, Valparaíso de Goiás, Novo Gama, Cidade Ocidental, Santo Antônio do Descoberto e Águas Lindas.

O toque de recolher, que é a proibição de pessoas circulando em vias públicas, e o fechamento do comércio não essencial deve ser obedecido entre 20h e 5h.

Os decretos que serão publicados em conjunto trazem ainda a proibição de venda de bebida alcoólica após às 20h em todos os estabelecimentos, inclusive nos autorizados a abrir após esse horário, como os supermercados.

Os serviços considerados essenciais que poderão funcionar das 20h às 5h são os supermercados, farmácias, hospitais e unidades de saúde e os serviços de urgência e emergência.

Medidas

 

  • Proibição de venda e consumo de bebidas alcoólicas em espaços públicos ou coletivos das 20h às 5h;
  • Proibição de circulação em espaços e vias públicas das 20h às 5h.

 

Variante do coronavírus

 

A Secretaria Municipal de Saúde de Luziânia confirmou em 13 de fevereiro dois casos da variante do coronavírus originária no Reino Unido.

Segundo a SMS, os casos foram detectados em Luziânia e Valparaíso de Goiás em pacientes que relataram contato com parentes que residem na Inglaterra e vieram ao Brasil para as festas de final de ano.

Até esta sexta-feira (26), Luziânia tinha 8.936 pessoas contaminadas com o vírus e registrava 173 mortes por causa da doença, segundo o boletim da Saúde estadual.

Em Valparaíso de Goiás, o registro de infectados era de 8.947 e 165 mortes, segundo o balanço do estado.

Como o Hospital de Campanha de Luziânia registrou 100% de ocupação durante dias no início de fevereiro, o governo estadual e o município abriram 10 novos leitos de UTIs em no dia 16, totalizando 30 vagas. Mas nesta sexta, o índice de ocupação destas vagas estava em 93%, ou seja, 28 leitos estavam ocupados.

Arte da ação do coronavírus no organismo humano — Foto: Reprodução/TV Globo

Arte da ação do coronavírus no organismo humano — Foto: Reprodução/TV Globo

Casos confirmados e mortes por cidade:

 

  • Valparaíso de Goiás: 8.947 casos e 165 mortes;
  • Luziânia: 8.936 casos e 173 mortes;
  • Novo Gama: 3.270 casos e 100 mortes;
  • Cidade Ocidental: 4.449 casos e 53 mortes;
  • Santo Antônio do Descoberto: 1.755 casos e 43 mortes;
  • Águas Lindas: 5.335 casos e 151 mortes.

 

Fonte: G1 Goiás

print