Goiânia e Aparecida entram no cenário de calamidade em mapa da covid

Em Aparecida, foram registrados mais de 200 novos casos de um dia para o outro.

Goiânia e Aparecida, dois dos maiores municípios de Goiás, foram classificados neste final de semana com situação de calamidade de contaminação da covid-19. Conforme novo mapa divulgado pela Secretaria de Saúde de Goiás (SES-GO), as cidades integram duas das 17 regiões que ganharam a classificação de risco vermelho – a mais grave de todas. Em apenas 24h, Goiânia confirmou mais de 140 casos de covid-19. Já em Aparecida, foram registrados mais de 200 novos casos de um dia para o outro.

O nível de risco usado para classificar as regiões engloba a velocidade de contágio, incidência de casos de síndrome respiratório em 15 dias, variação de mortalidade por covid-19 e taxa de ocupação de leitos de UTI. Conforme o mapa da SES-GO, apenas a região Nordeste II ainda está classificada com a cor laranja, ou seja, situação crítica. As outras 17 regiões, incluindo a Central, onde está Goiânia, e Centro Sul, onde fica Aparecida, estão em risco vermelho de calamidade.

O avanço rápido da covid-19 nesses grandes municípios foi o principal motivo dos decretos de restrição, que passaram a vigor hoje, segunda-feira (1). Conforme a Secretaria Municipal de Saúde de Aparecida, no dia 26 de fevereiro o município registrava 48.943 casos confirmados e 687 óbitos por covid-19. No dia seguinte, 27, o número de confirmados subiu para 49.150 e o de óbitos para 690. Foram 207 novas infecções e três novas mortes.

O quadro em Goiânia não é diferente. De acordo com informa da Secretaria Municipal de Saúde, a cidade registrou 112.258 casos confirmados de covid-19 e 2.627 óbitos no dia 26 de fevereiro. No dia 27, já eram 112.402 casos confirmados e 2.634 óbitos – 114 novos casos e 7 novos óbitos. No entanto, o número de casos registrados de covid-19 no dia 28 apresentou queda – apenas oito novas infecções foram detectadas.

Lotação de leitos em Goiás

O estado de Goiás tem dez cidades com ocupação total dos leitos de UTI estaduais para tratamento de pacientes com covid-19. Os municípios são: Anápolis, Jaraguá, Jataí, Formosa, Luziânia, Mineiros, Porangatu, Senador Canedo, Trindade e São Luís de Montes Belos.

Segundo o mapa Distribuição de leitos nos hospitais sob gestão do Estado de Goiás, na manhã de hoje,  Há apenas 12 leitos de UTI da rede pública estadual disponíveis para aqueles que apresentam complicações ocasionadas pelo novo coronavírus.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Mais Goiás

print