Governo de Goiás institui teletrabalho para servidores do Estado

Modalidade não se aplica aos órgãos ou às entidades que desenvolvam atividades indispensáveis.

O Governo de Goiás publicou, em edição extra do Diário Oficial divulgado neste sábado (27/02), o decreto nº 9819/2021, que trata da adoção do sistema de trabalho remoto, ou seja realização dos serviços pelo computador em casa, para os servidores da administração direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo. A regra será frequentemente reavaliada, considerando as recomendações sanitárias da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

As atividades essenciais não sofrem alterações, já que o teletrabalho para estes colaboradores só é previsto para os grupos prioritários. Os servidores adeptos à modalidade terão acesso de forma remota aos sistemas informatizados indispensáveis às atividades do teletrabalho, e o gerenciamento de produtividade será de responsabilidade da chefia imediata, por meio de planilhas e relatórios.

Os titulares das pastas poderão definir suas atividades essenciais e estabelecer, por meio de portaria, quantitativo mínimo e sistema de revezamento entre servidores em trabalho presencial, para que não haja prejuízo à administração pública.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Secretaria da Administração – Governo de Goiás

print