Última semana de fevereiro bate recorde de mortes por Covid no Brasil

O número de casos de Covid-19 e de mortes em decorrência da doença continua em alta no Brasil. O país vive seu pior momento desde o início da pandemia. Um ano depois da chegada do vírus, fevereiro se tornou o segundo mês com mais óbitos – além de ter registrado a pior semana epidemiológica de falecimentos, com 8.244 vidas perdidas entre os dias 21 e 26.

O brasileiro já viveu tempos menos “mortais”. Em julho de 2020, quando 32.881 pessoas perderam a batalha para o vírus, a média diária de mortes era 1.060. O segundo mês de 2021 contabilizou 7,4% a menos (30.438), mas com índice de óbitos maior, de 1.087 a cada 24 horas. Ainda na lista de recordes de fevereiro, no dia 25, mais um: o país computou 1.541 falecimentos.

Desde julho, o Brasil passou de uma escalada do número de óbitos por Covid-19 a uma estabilização nas alturas. O ritmo de fatalidades, então, começou a cair nos períodos seguintes, chegando aos menores índices no início de novembro, quando o país registrou 2.385 mortes na 45ª semana epidemiológica (entre 1º e 7 de novembro).

 

Fonte: Metrópoles

print