Cabelos humanos avaliados em R$ 285 mil são apreendidos com nota fiscal irregular, em Rio Verde

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu mais de 50 quilos de cabelos humanos, na tarde de terça-feira (2), na BR-060, em Rio verde, na região sudoeste de Goiás. Segundo a corporação, o material, avaliado em R$ 285 mil, estava com a nota fiscal irregular.

Segundo a PRF, os cabelos são de origem estrangeira e estavam no porta-malas de uma caminhonete, dentro de duas malas de viagem. O motorista, de 43 anos, que foi abordado com a mercadoria, deve responder administrativamente por não ter autorização para importar o produto.

O nome do motorista não foi divulgado pela corporação. Portanto, o G1 não conseguiu localizar a defesa dele para que pudesse se posicionar sobre o caso.

De acordo com a polícia, ao ser questionado sobre a mercadoria transportada, ele apresentou nota fiscal irregular e deu informações contraditórias sobre a origem da carga.

Segundo a PRF, esse tipo de mercadoria tem origem da Índia e China, e, normalmente, chega ao Brasil pelo Paraguai. Conforme a corporação, o caso foi tratado como descaminho, pois é proibida a importação de material humano de outro país sem autorização da Receita Federal.

Os cabelos são vendidos, normalmente, para apliques, mas a venda deles só pode ser feita por empresas cadastradas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O veículo e a carga foram apreendidos e encaminhado à sede da Receita Federal em Goiânia.

Fonte: G1 Goiás

print