Governo estuda auxílio emergencial entre R$ 150 e R$ 375. Entenda

O governo estuda pagar valores diferenciados do auxílio emergencial, com parcelas que vão de R$ 150 a R$ 375, levando em consideração o perfil do beneficiário. A proposta que está sendo avaliada pela equipe econômica prevê o maior benefício para mulheres chefes de família, enquanto o menor seria direcionado a pessoas que se declararem sozinhas.

Ao contrário do auxílio emergencial pago em 2020, a nova rodada deve limitar um benefício por família. No ano passado, foi possível que dois membros da mesma família recebessem o auxílio. Agora, o governo quer apenas uma parcela por domicílio.

A proposta em estudo prevê parcela padrão de R$ 250. O plano do governo e do Congresso prevê o repasse de quatro parcelas entre março e junho.

A expectativa é que cerca de 40 milhões de brasileiros sejam beneficiados, ao custo de R$ 38 bilhões.

 

Fonte: Metrópoles

print