Filmes e séries ganhadores do Globo de Ouro 2021 disponíveis na Netflix e no Amazon Prime Video

O Globo de Ouro, um dos principais prêmios da TV e do cinema, anunciou os vencedores da edição de 202. Com apresentação das atrizes e humoristas Tina Fey e Amy Poehler, as premiações ocorreram de forma remota, tendo na plateia apenas alguns profissionais da linha de frente no combate à Covid-19. Para os cinéfilos de plantão, a Bula reuniu em uma lista os filmes e séries que venceram o prêmio e que estão disponíveis na Netflix e no Amazon Prime Video, os serviços de streaming mais populares no Brasil. O seriado que mais se destacou foi “The Crown”, de Peter Morgan, que ganhou em quatro categorias. No Amazon Prime Video, “Schitt’s Creek” está no canal pago Paramount+, mas é possível testar os serviços gratuitamente por sete dias.

Filmes

Eu Me Importo (2021), J. Blakeson — Netflix

Marla Grayson é uma mulher que ganha a vida tornando-se guardiã legal de idosos ricos. Alegando que essas pessoas são incapacitadas mental e fisicamente, ela ganha o direito de ser tutora delas. Marla pensa ter encontrado a nova vítima perfeita: uma viúva sem filhos ou outros parentes próximos. Mas, ao tentar enganar a velhinha, Marla descobre que ela é mais lúcida do que aparenta e tem contatos perigosos na máfia. Rosamund Pink, que interpretou Marla, ganhou o Globo de Ouro de “Melhor Atriz em filme — Musical ou Comédia”.

A Voz Suprema do Blues (2020), de George C. Wolfe — Netflix

Em uma sala de ensaios, em Chicago, uma banda de músicos espera a chegada de Ma Rainey, a “Mãe do Blues”, estrela dos anos 1920. Atrasada para o ensaio, Ma Rainey trava uma batalha com seu empresário e o produtor, ambos homens brancos, pelo controle de sua música e carreira. Enquanto ela não chega, o ambicioso trompetista Levee — que está determinado a começar sua própria banda de blues — incita tensões entre os músicos de Rainey. Chadwick Boseman, que interpretou Leeve, ganhou o prêmio póstumo de “Melhor Ator em Filme — Drama”.

Borat: Fita de Cinema Seguinte (2020), de Jason Woliner — Amazon Prime Video

Continuação de “Borat” (2007), o longa acompanha o personagem Borat, um repórter do Cazaquistão que adquiriu fama internacional após o primeiro filme e passou 14 anos preso por ter envergonhado o país. Ao ser liberto, Borat é convocado pelo governo para entregar um macaco de presente para o vice-presidente dos EUA, numa tentativa de aproximação com o presidente Donald Trump. O longa ganhou o prêmio de “Melhor Filme — Musical ou Comédia”.

Os 7 de Chicago (2020), de Aaron Sorkin — Netflix

Em 1968, em Chicago, o Partido Democrata realiza uma convenção para escolher os candidatos à eleição presidencial daquele ano. Do lado de fora, mais de 15 mil manifestantes contra a Guerra do Vietnã entram em confronto com a polícia e a Guarda Nacional dos EUA. Os organizadores do protesto, que era inicialmente pacífico, são acusados de conspiração e incitação da desordem. O julgamento deles atrai atenção mundial. O filme ganhou o prêmio de “Melhor Roteiro”.

Rosa e Momo (2020), Edoardo Ponti — Netflix

Madame Rosa é uma sobrevivente do holocausto que vive na costa italiana e abre uma creche em sua casa, onde educa filhos de prostitutas, com a intenção de dar às crianças alguma perspectiva de vida. Ela sofre uma tentativa de assalto de um pequeno garoto senegalês, Momo, e decide levá-lo para sua própria casa. Aos poucos, Rosa e Momo se tornam uma família. “Rosa e Momo” venceu na categoria de “Melhor Canção Original”, pela música “Io Si (Seen)”, de Diane Warren, Laura Pausini e Niccolò Agliardi.

Séries

O Gambito da Rainha (2020), de Scott Frank e Allan Scott — Netflix

Beth Harmon, uma menina órfã, descobre que possui um talento surpreendente para jogar xadrez. Ela aprende o jogo secretamente, com o zelador do orfanato. Ao ser adotada por uma família, ela começa a participar de competições — e a ganhar dinheiro com elas. Em pouco tempo, Beth se torna a melhor jogadora dos Estados Unidos. Agora, aos 22 anos, ela precisa encarar o maior desafio de sua vida: derrotar o campeão mundial de xadrez. “O Gambito da Rainha” ganhou dois Globos de Ouro: “Melhor Série limitada ou filme para a TV” e “Melhor Atriz em série limitada ou filme para a TV”.

Schitt’s Creek (6ª Temporada), de Dan e Eugene Levy — Amazon Prime Video

Johnny e Moira construíram uma fortuna com uma rede de videolocadoras. Eles se acostumaram à vida luxuosa e seus filhos, David e Alexis, nunca tiveram que trabalhar na vida. Mas, devido à uma fraude milionária, a família perde quase tudo. Falidos, precisam se mudar para Schitt’s Creek, uma pequena cidade que eles compraram no passado, apenas por brincadeira. “Schitt’s Creek” venceu em duas categorias: “Melhor Atriz em Musical ou Comédia” (Catherine O’Hara) e “Melhor Série — Musical ou Comédia”.

The Crown, de Peter Morgan (4ª Temporada) — Netflix

Filha do rei George VI, Elizabeth II sabe que não terá uma vida comum. Após a morte do pai, ela dá seus primeiros passos em direção ao trono inglês, começando pelas audiências semanais com os primeiros-ministros. Ao longo dos episódios, a série acompanha a jornada da rainha até os dias atuais. A 4ª temporada cobre o período em que Lady Di se casa com o Príncipe Charles. “The Crown” ganhou quatro Globos de Ouro: “Melhor Série — Drama”, “Melhor Atriz em Série — Drama” (Emma Corrin), Melhor Ator em Série — Drama” (Josh O’Connor) e “Melhor Atriz Coadjuvante em série (Gillian Anderson).

Por  www.revistabula.com

print