Conheça cinco iniciativas de moda que beneficiam mulheres

O Dia Internacional da Mulher (8/3) é uma data para celebrar conquistas e lembrar que ainda há muito a ser feito em prol dos direitos femininos. A moda refletiu várias transformações importantes para as mulheres ao longo da história e, até os dias atuais, pode ser usada como uma ferramenta a favor do empoderamento. Para celebrar este dia tão importante, a coluna traz cinco projetos que beneficiam mulheres, desde o fortalecimento da autoestima até a capacitação profissional.

Moda Cura

Recuperar a autoestima de pacientes oncológicas não é uma tarefa fácil. Além de toda a dificuldade do tratamento, ela ficam ainda mais fragilizadas com a queda do cabelo ou a retirada da mama. Nessas horas, ter apoio é fundamental. Com esse intuito, a influenciadora digital Valéria Lessa e a consultora de imagem Lilian Lemos criaram o projeto Moda Cura, em 2019. A iniciativa promove a autoestima por meio da moda e da beleza.

A proposta começou com palestras em hospitais e participações em evento. Porém, a impossibilidade das visitas devido à pandemia trouxe a necessidade de fortalecer ainda mais os vínculos digitais. As duas influencers transformaram o perfil do projeto no Instagram em uma plataforma de conteúdo, incluindo dicas de moda, beleza e informações importantes sobre o câncer.

“Estávamos com vários hospitais agendados em março de 2020 e tivemos que parar. Então, pensamos em reforçar o on-line. De imediato, fizemos uma sequência de lives, trouxemos parceiros de salões de beleza. Temos um vasto banco de dados dentro do nosso perfil. A partir disso, conseguimos depoimentos de muitas mulheres que enfrentaram o câncer e saíram saudáveis”, explica Lilian Lemos.

Além das próprias pacientes, a iniciativa ajuda aquelas que estão ao lado delas nessa trajetória, como mães, irmãs e tias. O projeto tem ações previstas para os dois semestres deste ano e, se a situação sanitária permitir, um evento presencial no mês de outubro, mês de conscientização sobre o câncer de mama.

Acao de outubro de 2019 no HRT, com participação do projeto Moda Cura
A consultora de imagem Lilian Lemos e a influenciadora digital Valéria Lessa criaram o projeto Moda Cura depois de participarem de um evento sobre oncologia no Hospital Regional de Taguatinga, em outubro 2019
VitrinesDay

Durante um quadro de depressão na vida adulta, a jornalista brasiliense Dayane Almeida se reconectou com um hobby da adolescência: a costura. Ao perceber que a moda pode ser uma ferramenta de superação, criou a marca VitrinesDay em 2017. A etiqueta tem como missão ajudar mulheres a encontrarem o equilíbrio emocional e a autoestima.

Desde então, as coleções sempre têm alguma inspiração que cerca o universo feminino. Entre elas, a campanha Outubro Rosa (sobre o câncer de mama) e a presença das mulheres na política, além de outros temas importantes, como Fevereiro Roxo (Alzheimer, lúpus e fibromialgia) e Setembro Amarelo (prevenção ao suicídio).

print