Trindade aumenta restrições para conter avanço da Covid-19

Decreto vigora a partir desta segunda (8) e vigência será revista de acordo com a situação epidemiológica do município no momento da avaliação. Infratores podem ser alvo de multa de até R$ 65 mil.

O prefeito de Trindade, Marden Júnior (Patriota), acompanhou os gestores da região Metropolitana de Goiânia que optaram por estender as restrições do comércio para conter o avanço da Covid-19. Neste domingo (7), publicou outro decreto com novas medidas restritivas para a cidade. As normas começam a valer nesta segunda-feira (8). A vigência do documento será revista de acordo com a situação epidemiológica do município no momento da avaliação.

Na semana passada, no dia 1º de março, o município havia divulgado um decreto semelhante ao imposto na Capital. Novamente, Trindade acompanhou a maioria das normas estabelecidas em Goiânia.

Confira as principais restrições

Diferente do documento publicado anteriormente, agora haverá limitação na quantidade de pessoas da pessoas da mesma família que forem ao supermercados e congêneres, podendo apenas por membro do núcleo familiar entrar nos estabelecimentos para realizar as compras.

Além disso, as padarias, panificadoras e confeitarias poderão funcionar na modalidade delivery e para retirada no local, sendo vedada a modalidade self-service. As distribuidoras de bebidas tiveram o horário de funcionamento limitado das 8h às 20h, sendo permitida apenas a entrega, sem retirada.

Os restaurantes, pitdogs, pizzarias e lanchonetes seguem a mesma regra, só que com horário permitido das 8h às 22h.

Academias de ginástica ficam autorizadas a funcionar com 20% da capacidade do espaço, das 6h às 20h. As organizações religiosas poderão realizar missas, cultos e reuniões similares, desde que haja lotação de apenas 20% da capacidade e intervalo de 3 horas para que haja desinfecção do ambiente e superfícies. O horário para realizar essas atividades de ficar entre às 7h e 21h. Denúncias poderão ser feitas pelo número (62) 3506-7084.

Penalidades

O descumprimento do Decreto poderá gerar multa de até R$ 65.880,00, conforme previsto na legislação municipal. No caso de reincidência o infrator estará sujeito a cassação das licenças municipais e, na terceira interdição, terá os alvarás de funcionamento cassados permanentemente.

Números

Segundo dados secretaria de Saúde de Trindade, o Hospital de Urgência de Trindade está com a taxa de 95,24% de leitos de enfermaria ocupados e de 90% de ocupação na UTI.

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Mais Goiás

print