Com 1.954 mortes, Brasil bate novo recorde de óbitos diários por covid-19

O Brasil bateu nesta terça-feira (9) um novo recorde diário de mortes por covid-19. De acordo com dados divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), foram 1.954 óbitos causados pela doença.

O número supera a marca anterior, de 1.910 vítimas em 24 horas, registrado na última quarta-feira (3).

O Brasil já tem 268.730 mortes causadas pelo coronavírus durante toda a pandemia.

O país caminha na contramão das demais nações que mais registraram óbitos pela covid-19. É o caso dos Estados Unidos, que viu a média móvel de mortes pela doença despencar de 3.146 em 13 de fevereiro para 1.580 atualmente. Nesta segunda-feira (8), as autoridades americanas contabilizaram 815 vítimas.

Outro país com queda acentuada é o Reino Unido. Na segunda, foram 65 vidas perdidas para o coronavírus em território britânico. A média móvel, que chegou a 1.240 no meio de janeiro, está agora em 230.

A taxa de mortalidade por grupo de 100 mil habitantes subiu para 127,7 no Brasil, a 20ª mais alta do mundo, quando desconsiderados os países nanicos San Marino, Liechtenstein e Andorra.

Em números absolutos, o Brasil é o terceiro país do mundo com mais infecções, atrás apenas dos Estados Unidos, que somam mais de 28,7 milhões de casos, e da Índia, com 11,2 milhões. Mas é o segundo em número absoluto de mortos, já que mais de 527 mil pessoas morreram nos EUA.

Casos

O boletim também identificou 70.764  novos casos da doença, elevando o total oficial para 11.122.429.

O Conass não divulga número de recuperados. Segundo o Ministério da Saúde, 9.782.320 pacientes haviam se recuperado até segunda-feira.

Por Diário de Goiás

print