Polícia prende suspeito de furtar condomínios de luxo de Goiânia; outros dois estão foragidos

As ações dos suspeitos na capital goiana teriam começado a partir do dia 24 de setembro, data em que os membros da associação chegaram na cidade.  Segundo averiguação policial, os suspeitos conseguiram acesso ao interior de um condomínio de alto padrão localizado no setor Nova Suíça.

Associação criminosa que comete furtos em apartamentos de alto padrão foi identificada pela Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC), por meio do Grupo de Repressão a Roubos (Garra), em Goiânia. Com origem na cidade de São Paulo (SP), associação é suspeita de praticar o mesmo crime em diversos outros estados. Um dos suspeitos já se encontra detido e à disposição do Poder Judiciário de Goiânia. Os dois outros pertencentes à associação se encontram foragidos.

As ações dos suspeitos na capital goiana teriam começado a partir do dia 24 de setembro, data em que os membros da associação chegaram na cidade.  Segundo averiguação policial, os suspeitos conseguiram acesso ao interior de um condomínio de alto padrão localizado no setor Nova Suiça.

O acesso foi obtido aos suspeitos adotarem o mesmo estilo de vestimenta dos moradores do lugar, o que fez com que os porteiros liberassem o acesso. Ao invadirem o apartamento, foram furtadas joias que foram avaliadas em aproximadamente R$200 mil reais, além de diversos outros itens de valor, como perfumes e relógios, e R$6 mil reais em espécie.

De acordo com as investigações, para invadir os apartamentos, os suspeitos arrombavam a porta, subtraíam bens valiosos e iam embora.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Jornal Opção

print