Presos suspeitos de extorquir vítima para não divulgar suas fotos íntimas, em Iporá

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio da Delegacia de Polícia (DP) de Iporá, prendeu, nessa quarta-feira (10/03), dois suspeitos de extorquir vítima para não divulgar suas fotos íntimas. A vítima relata que já teria pago R$ 1 mil para os indivíduos, que continuaram exigindo a transferência de quase R$ 3 mil.

Segundo os policiais, um homem de 26 anos, foi identificado e preso em flagrante, no bairro do Sossego, em Iporá. O outro suspeito era enteado da própria vítima, um homem de 38 anos, que repassava todas as informações da rotina e vida pessoal do padrasto para persuadi-lo a realizar o pagamento.

A equipe policial reuniu as informações prestadas pela vítima para identificar e efetuar a prisão do autor do crime. A investigação contou com apoio da equipe do Grupo de Repressão a Narcóticos (Genarc) de Iporá. Os policiais realizaram a apreensão do telefone usado para aplicar o golpe.

Segundo o enteado, o crime foi motivado pela dívida de R$ 2 mil que padrasto tinha com ele. Ambos os golpistas vão responder pelo crime de extorsão majorada na forma tentada.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: O Hoje

print