Governo negocia 168 milhões de novas doses de vacinas contra Covid-19

O Ministério da Saúde anunciou, na sexta-feira (12/3), que negocia a compra de cerca de 168 milhões de doses de vacinas contra o novo coronavírus.

O montante se refere a acordos em negociação entre o governo federal e as empresas produtoras dos imunizantes.

Desse total, 100 milhões de doses se referem à vacina desenvolvida pela farmacêutica norte-americana Pfizer, em parceria com a alemã BioNTech.

“Estamos em via de fechar o contrato com a Pfizer. Foi a primeira vacina a obter registro no mundo. […] E já solicitou a autorização para uso emergencial na Anvisa”, disse o secretário-executivo da pasta, Élcio Franco.

Há ainda outras 38 milhões de doses da fórmula do laboratório Jonhson & Jonhson e 30 milhões da farmacêutica Moderna.

O Ministério da Saúde informou também ter fechado acordo com laboratórios para a aquisição de 424,5 milhões de doses, que deverão chegar até o fim de 2021.

O cálculo inclui vacinas que já começaram a ser distribuídas, como a Coronavac e a fórmula produzida pela AstraZeneca/Oxford, além de imunizantes de empresas que firmaram contrato com o país, mas ainda não entregaram doses, como a União Química, da Sputnik V.

Élcio Franco disse que a expectativa do ministério é vacinar 170 milhões de pessoas ainda neste ano.

 

Fonte: Metrópoles

print