Prefeitura de Caldas Novas prorroga restrições para enfrentamento da Covid-19

Nesta terça-feira (16/03), a Prefeitura de Caldas Novas prorrogou as medidas impostas no Decreto Municipal nº. 616/2021, até o próximo domingo (21/03). Na oportunidade, foi anunciado que está sendo formulado um projeto com novas medidas para a retomada da economia no municípios. Segundo boletim divulgado nesta segunda-feira (15/03) a cidade encontra-se com capacidade total de ocupação de 89% na rede pública e 62% na privada.

Caldas Novas, que ainda é considerada, conforme o último mapa de risco da Secretaria Estadual de Goiás como em estado de calamidade, tem como objetivo na prorrogação do decreto, diminuir o surgimento de novos casos de Covid-19. Como medidas, a cidade ainda tem em vigor as restrições, pelos próximos seis dias, da apresentação da comprovação de hospedagem nas barreiras sanitárias do município e teste negativo de Covid para hospedagem, além de outras que constam no decreto anterior.

O prefeito Kleber Marra, que retomou ao cargo após 15 dias afastado para tratamento da Covid-19, informa que está sendo construído um projeto junto aos setores econômicos e sanitários do município. O objetivo é incentivar a retomada das atividades comerciais e turísticas, além de promover a discussão de medidas que possam ser tomadas em conjunto, no combate ao coronavírus.

Kleber Marra reforça ainda que já iniciou um diálogo com diversas categorias do município para encontrar o ponto de equilíbrio entre as medidas de combate ao vírus e a preservação das atividades econômicas em Caldas Novas, principal cidade turística de Goiás.

“Uma de nossas prioridades são os protocolos a serem adotados para garantir a saúde de trabalhadores e clientes, além de garantir a empregabilidade. Estamos analisando todo o cenário, inclusive, a evolução da doença na cidade”, disse ao ressaltar que a possibilidade de reabertura depende da avaliação minuciosa por parte do Executivo e do Comitê de Enfrentamento à Covid, além de validação dos órgãos sanitários do município.

 

 

 

 

 

Fonte: O Hoje 

print