Novos casos de Covid-19 batem recorde em Aparecida

Aumento de casos chega a 400% em relação ao início de fevereiro.

O registro de novos casos de Covid-19 em Aparecida bateu recorde do ano nesta quinta-feira (17). Entre os dias 17 e 18 de março, foram 384 novos casos detectados. O número representa um aumento de quase 400% em relação ao início de fevereiro. O último redorde de detecção de novos casos do ano foi no último dia 11 de março.

Esta semana o Mais Goiás também noticiou que a taxa de incidência da doença no município era a maior entre as grandes cidades de Goiás. Segundo dados do Painel da Covid-19 da Secretaria de Estado de Goiás. Aparecida de Goiânia ainda figura em primeiro lugar na taxa de incidência de Covid-19 em municípios com mais de 100 mil habitantes do estado. O índice de incidência da doença no município ultrapassa até mesmo a da capital, Goiânia.

A taxa de incidência confere uma ideia de intensidade com que acontece uma doença em uma população. Por meio do cálculo de casos confirmados de Covid-19 por habitante, mede a frequência ou probabilidade de ocorrência de casos novos da doença. No painel, Aparecida de Goiânia aparece com taxa de incidência igual a 87706,40 casos por cada 100 mil habitantes.

Acompanhe a evolução de novos casos de Covid-19 em Aparecida:

Novos Leitos

Mesmo com investimento em novos leitos, a ocupação das UTIs no município continua em crescente. Aparecida de Goiânia foi uma das cidades do estado que mais abriu leitos exclusivos para Covid-19 desde o início da pandemia. No entanto, o índice de lotação nos leitos públicos esbarra em 90% há mais de 20 dias.

De acordo com dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES), Aparecida de Goiânia é uma das cidades que mais abriu leitos de UTI exclusivos para o tratamento da Covid-19 em Goiás. Desde o início da pandemia, o município criou 141 Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs). Apenas Goiânia abriu mais leitos de UTIs exclusivos para a doença. A capital criou 258 novos leitos exclusivos para a doença desde o início da pandemia.

Se for considerado a proporcionalidade de leitos de UTI criados por número de habitantes, Aparecida tem 23,89 leitos de UTI Covid por cada 100 mil habitantes. Na capital do estado, são 16,80 UTIs para cada 100 mil moradores.

Em relação aos leitos de enfermaria para os pacientes com Covid-19, Aparecida de Goiânia implantou 125 vagas até agora. A taxa em proporção de população fica em 21,18 enfermarias por 100 mil habitantes.

Leitos em funcionamento

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, Aparecida de Goiânia possui 141 leitos de UTI e 125 enfermarias exclusivas para tratamento da Covid-19. A distribuição das unidades está disposta em 123 UTIs no Hospital Municipal de Aparecida (Hmap) e 18 no Hospital Garavelo, unidade privada contratada pela Prefeitura.

Os leitos de enfermaria estão distribuídos com 55 unidades no Hmap, 40 no Hospital Garavelo e 30 no Centro Municipal de Especialidades. Segundo a pasta, mais 30 leitos de enfermaria no Hospital Santa Mônica, unidade privada contratada pela Prefeitura, devem entrar em funcionamento e em breve mais 15 de UTI no Hospital Municipal de Aparecida de Goiânmia (Hmap).

Acompanhe a taxa de ocupação de leitos no gráfico abaixo:

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Mais Goiás 

print