Governo de Goiás doa 15 respiradores para Aparecida de Goiânia

O governador Ronaldo Caiado anunciou nesta quinta-feira (18/03) que o Estado doou 15 respiradores para o município de Aparecida de Goiânia. A cidade, conforme o Painel da Covid-19 da Secretaria Estadual de Saúde (SES) tem uma taxa de 87811,91 casos de incidência por 100 mil habitantes. De acordo com o governador, o repasse foi feito na quarta-feira (17/03), após pedido do município.

Caiado declarou ser inadmissível politizar a situação. Segundo ele, o momento pede a necessidade de bom senso. “Recebemos o pedido e determinei a liberação na hora. Nossa luta é para salvar vidas”, declarou o Governador sobre o pedido feito por Aparecida de Goiânia.

O governador Caiado destacou ainda os 8 Hospitais de Campanha abertos pelo estado, com mais de 1200 leitos de Covid-19. E disse que o Estado vai ajudar a todos, “mas é preciso que os municípios façam a sua parte e ajude a conter a pandemia”, disse. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, Aparecida de Goiânia tem 141 leitos de UTI e 125 enfermarias exclusivas para tratamento da Covid-19 em pleno funcionamento.

Assistência social

Em relação ao combate dos efeitos da pandemia em Goiás, Caiado destacou o pacote de medidas que visa auxiliar os pequenos e microempresários, com a liberação de R$ 112 milhões em empréstimos, com taxa de juro zero e carência de seis meses para início do pagamento.

“Repasso nesta sexta-feira mais R$ 28 milhões aos prefeitos. Estamos adiando os pagamentos do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) como também do licenciamento de carros”, disse Caiado, ao enumerar outras ações. Ainda estão previstos cursos de qualificação e capacitação para a preparação – na modalidade de ensino a distância – dos trabalhadores, para que ocupem as vagas disponibilizadas pelo Sistema Nacional de Emprego (Sine).

Para as famílias goianas que vivem em situação de vulnerabilidade social, o Governo Estadual, por meio da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Seds), fará a aquisição e distribuição de 250 mil cestas básicas. “Estamos tomando medidas que o Estado suporta, mas direcionadas para o atendimento mais direto às pessoas, que é levar comida”, disse o governador.

Fonte: O Hoje

print