Chile impõe quarentena em “hotel sanitário” para viajantes brasileiros

O governo do Chile anunciou, nesse sábado (20/3), novas medidas de restrições para viajantes que ingressarem no país, em uma tentativa de conter a disseminação do novo coronavírus (Sars-CoV-2).

Passageiros que chegarem do Brasil, sejam chilenos ou estrangeiros, terão restrições mais rigorosas, segundo o Ministério da Saúde.

“Nos preocupa muito a circulação de novas cepas provenientes do exterior, por isso vamos endurecer algumas medidas para os viajantes”, disse o ministro da Saúde chileno, Enrique Paris.

Uma das medidas para todos os viajantes é o cumprimento da quarentena obrigatória de 10 dias, sem possibilidade de isenção, assim que chegarem ao Chile.

Já os viajantes que chegarem do Brasil, ou que estiveram no país nos últimos 14 dias, deverão ficar em um hotel sanitário por ao menos 72 horas, e só podem sair se o teste para a Covid-19 der negativo.

Após o período no hotel, os passageiros terão que completar o restante da quarentena obrigatória de 10 dias em casa.

As medidas entrarão em vigor nesta quinta-feira (25/3), por tempo indeterminado.

Até esse sábado, mais de 925 mil pessoas foram contaminadas pela Covid-19 no Chile; dessas, 22,1 mil morreram em decorrência da doença.

Fonte: Metrópoles

print