Polícia prende prende suspeitos de distribuir drogas pelo correio em Goiás

Além de Goiás, as drogas eram entregues em Brasília e no Rio de Janeiro.

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu, nesta última sexta-feira (19), um o grupo suspeito de usar o correio para entregar os entorpecentes caros, como haxixe e skunk, para traficantes de Goiás, Brasília e Rio de Janeiro. Até o momento,14 pessoas foram presas.

Segundo informações da policia, a organização era comandada por traficantes do Rio de Janeiro, que acionavam outros criminosos de outros estados para a vender o entorpecente.

Rogério Cardoso, delegado responsável pelo caso, explica que os suspeitos tinham alto poder aquisitivo. “Essas drogas são caras e os integrantes desse grupo são pessoas articuladas, que montaram um esquema de rede se passando como motoboys aqui no Distrito Federal para distribuir as drogas”.

Conforme investigado, em decorrência da pandemia, o grupo intensificou as negociações para a entrega dos entorpecentes a distância. Após as cargas serem recebidas pelo correio, no Distrito Federal, os entorpecentes eram distribuídos com a utilização de motoboys, que realizavam as entregas aos usuários. Até o momento,  a polícia não confirmou o envolvimento dos entregadores no esquema criminoso.

A Polícia Civil apura, também, o envolvimento de traficantes de outros estados com o grupo criminoso. Vale lembrar que, de acordo com a polícia, a agência dos Correios colaborou com toda investigação.

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Mais Goiás

print