Águas Lindas de Goiás fica sem oxigênio e pede ajuda ao DF

Prefeito do município encaminhou pedido para o governador Ibaneis Rocha (MDB). O DF mandou cilindros de O2 para auxiliar no atendimento 32 metros cúbicos

Nesta terça-feira (23/3), Águas Lindas de Goiás, município do Entorno do Distrito Federal, ficou sem estoque de oxigênio para atender pacientes com covid-19 internados na cidade. Diante da situação, o prefeito Dr Lucas pediu ajuda ao governador Ibaneis Rocha (MDB).

Segundo o secretário de Saúde do DF, Osnei Okumoto, a capital federal encaminhou cilindros de oxigênio para o município sem afetar o estoque do DF. “Temos 18 mil metros cúbicos envasados contratados e usamos cerca de 3 mil, isso não estará interferindo no nosso estoque de oxigênio”, afirmou, durante coletiva na tarde desta terça-feira (23/3), no Palácio do Buriti.

Segundo uma das empresas que atendem a Secretaria de Saúde, o consumo de oxigênio na capital federal aumentou 19% em comparação com os sete dias anteriores.

O secretário da Casa Civil, Gustavo Rocha, reforçou que o DF vai publicar, até esta sexta-feira (26/3), um edital para a contratação de cinco cilindros de oxigênio para inserir em cinco unidades hospitalares. “Apesar de não corrermos o risco de ficarmos sem o insumo, vamos transformar os hospitais em autossuficientes”, disse.

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Correio Braziliense

print