Prefeito Gustavo Mendanha relata ‘dias difíceis’ durante internação para tratar da Covid-19, em Aparecida de Goiânia

Internado no hospital Santa Mônica, em Aparecida de Goiânia, para tratar da Covid-19, o prefeito da cidade, Gustavo Mendanha, gravou um vídeo neste domingo (4), de dentro da unidade médica, para refletir sobre o tratamento e diz que “tem sido dias difíceis”.

“Quero agradecer pelo carinho. Tem sido dias difíceis, mas estou me recuperando bem. É um tempo difícil, mas de aprendizado. Quero me solidarizar com cada vítima, cada amigo que perdi essa semana”, disse Mendanha.

O boletim médico divulgado nesta domingo diz que o político apresentou “melhora clínica, mantendo-se sem febre, respirando espontaneamente, ainda em uso de cateter de oxigênio”.

A primeira-dama, Mayara Mendanha, que testou positivo para Covid-19, mas não precisou de internação, também publicou vídeo nas redes sociais para agradecer a todos pelas orações e mensagens positivas.

A cidade registrou 57.594 casos confirmados, sendo que 960 pacientes morreram por Covid-19, com cinco óbitos confirmados nas últimas 24 horas. Neste domingo, a taxa de ocupação de leitos de UTI para tratamento do coronavírus na rede pública de saúde está em 85%.

No sábado (3), o prefeito fez uma videochamada do hospital com os filhos. Mendanha foi internado na quinta-feira (1º). Ele testou positivo em 24 de março e, desde então, estava isolado em casa para se recuperar. Em rede social, o político havia postado, antes de ser internado, que estava bem e com sintomas leves.

Léo Mendanha, de 66 anos, pai do prefeito, segue em tratamento contra a doença. Ele está sedado e intubado em uma UTI de São Paulo. O boletim médico relata que ele apresentou melhora na oxigenação, nos últimos dias.

O pai do prefeito foi hospitalizado em 17 de março, em Aparecida de Goiânia. Com o agravamento do estado de saúde, que chegou a ter 90% dos pulmões comprometidos, decidiram transferi-lo para São Paulo no último dia 21.

Família

 

O vírus acometeu grande parte da família do político. Além da esposa, os filhos Emanuel Mendanha, de 2 anos, e Luísa Mendanha, de 8, também testaram positivo há cerca de 15 dias.

A mãe do prefeito, Sônia Melo, de 61 anos, foi contaminada, mas está bem e não precisou de internação, segundo o prefeito.

Fonte: G1 Goiás

print