Operação combate furto e roubo de cargas que causou prejuízo anual de mais de R$ 200 milhões, em Goiás

Uma operação realizada nesta quinta-feira (8) combate o furto e roubo de cagas, em Goiás. Os produtos seriam distribuídos e revendidos em supermercados da Grande Goiânia. Segundo a polícia, são cumpridos mandados de busca e apreensão em endereços na capital e duas cidades do interior. Durante a ação, foram encontradas cinco armas.

Os nomes dos alvos não foram divulgados. Com isso, a reportagem não conseguiu identificar a defesa deles.

Participam da operação a Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil e Secretaria Estadual de Economia. Esta é a segunda fase da ação denominada “Grande Família do Crime”, que em 2019 prendeu o pai e dois filhos suspeitos de comprar carga furtada e roubada para revender em supermercados.

“Entre os investigados estão dois parentes dos investigados na primeira fase e amigos próximos a eles. A suspeita é que eles ajudavam na sonegação de impostos e na venda dos produtos”, explicou o delegado Alexandre Barros.

Foram cumpridos mandados de busca e apreensão em Goiânia, um em Rubiataba e um em Santa Helena de Goiás. Doze pessoas estão sendo levados para a delegacia para prestarem esclarecimentos.

“Foram encontradas cinco armas e na casa de um deles foi achado mercadoria subtraída. Vamos analisar toda documentação e, dependendo da situação, poderão ser feitas prisões em flagrantes”, disse o delegado.

Agora, a polícia vai conferir a documentação apreendida com as mercadorias encontradas nos galpões investigados.

Fonte: G1 Goiás

print