PMDF suspende pregão para compra de 3.548 coletes à prova de balas

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) suspendeu pregão eletrônico para a compra de 3.548 coletes de proteção balística com níveis de blindagem diversos. O valor total do pregão seria de R$ 7,9 milhões.

De acordo com publicação no Diário Oficial do DF, fica suspenso o Pregão Eletrônico nº 32, de 2020. O certame previa a aquisição de 842 coletes de nível III-A, com proteção balística e contra perfuro cortantes; 2.057 equipamentos nível III-A, com painéis balísticos e com capas externas. Além deles, havia a expectativa de adquirir 539 coletes nível II-A e 110 de nível III.

O certame estava previsto para ocorrer em 24 de maio, pelo tipo menor preço. O Departamento de Logística e Finanças da corporação, no entanto, efetivou a suspensão, sem data prevista para retomada.

O que diz a corporação

Por meio de nota, a PMDF informou que a suspensão do pregão para aquisição de coletes balísticos se deu por um erro material na quantidade de coletes femininos. “Diante disso, o contrato teve que ser revisto com relação à quantidade e aos valores de cotação”, explicou.

A corporação garantiu que a suspensão não acarretará problemas para os praças e oficiais que atuam na linha de frente no combate à criminalidade na capital do país.

“Os coletes a serem adquiridos possuem proteção para perfuro cortante e disparos de arma de fogo e serão usados por policiais do Comando de Missões Especiais e pelo serviço de inteligência da corporação. A PMDF possui coletes suficientes para a tropa, porém, um lote irá vencer e é necessário repor.”

 

Fonte: Metrópoles

print