Cinco novos e bons filmes para assistir na Netflix

A nova leva de filmes da Netflix tem conquistado o público: de filmes dramáticos a suspenses de tirar o fôlego, o catálogo do serviço de streaming está recheado de boas opções.

Confira cinco opções selecionadas pelo Metrópoles:

Netflix/DivulgaçãoMonstro_Netflix
Monstro é um dos novos sucessos da Netflix
Monstro

O filme conta a história de Steve Harmon (Kelvin Harrison Jr.) um aluno de 17 anos que é acusado de homicídio doloso.

O filme mostra a dramática trajetória desse inteligente e simpático estudante do Harlem, que frequenta uma escola de elite, em uma batalha judicial complexa que pode deixá-lo para o resto da vida na prisão.

500 Mil Quilômetros

O comovente filme conta a história de Ghalib, um caminhoneiro de meia-idade recentemente enlutado que tenta superar uma tragédia pessoal e suas consequências ao mesmo tempo que enfrenta a ameaça de perder o emprego para um novato.

A história começa quando o caminhão de Ghalib atinge a marca de 500 mil quilômetros — um recorde na sua empresa.

Oxigênio

O suspense francês, dirigido por Alexandre Aja, narra a história de uma jovem (Mélanie Laurent) que acorda em um tanque de criogenia sem saber quem ela é ou como foi parar lá.

Com o oxigênio chegando ao fim, ela precisa reconstituir suas lembranças para sair deste pesadelo.

A Mulher na Janela

A psicóloga infantil Anna Fox (Amy Adams) sofre de agorafobia. Confinada em casa, ela observa pela janela a vida aparentemente perfeita dos vizinhos da frente. Um dia, ela acaba sendo testemunha de um crime violento, que vira sua vida de cabeça para baixo.

Baseado em um envolvente best-seller, este suspense psicológico adaptado por Tracy Letts revela segredos terríveis e mostra que nada é o que parece.

Em Busca de Sheela
Em Busca de Sheela, filme da Netflix, foi lançado em abril
Em Busca de Sheela

Ma Anad Sheela foi uma líder e porta-voz do movimento Rajneesh, um grupo libertário na Índia.

Em 1986, ela foi acusada de fazer parte de um ataque terrorista e se declarou culpada. De volta ao seu país depois de todos esse anos, jornalistas e fãs esperam ouvir seus pronunciamentos.

 

Fonte: Metrópoles

print