Ex-subprocurador-geral Antônio Carlos Mendes morre de Covid-19 em SP

O ex-subprocurador-geral da República Antônio Carlos Mendes, 75 anos, morreu, neste domingo (16/5), após complicações em decorrência da Covid-19. Ele estava internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Mendes foi sepultado em cerimônia para familiares e amigos mais próximos, entre eles o ex-presidente Michel Temer (MDB).

Aposentado da Procuradoria-Geral da República (PGR), atuava em escritório próprio, Mendes Advogados Associados, e era mestre e doutor em Direito pela PUC-SP, onde também lecionou na Faculdade de Direito.

Além de subprocurador, Mendes foi procurador regional eleitoral do estado de São Paulo, juiz, professor da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP) e consultor da Mesa do Senado Federal. “O legado dele está vivo nos filhos, netos e esposa”, disse ao Metrópoles a filha dele, Andrea Mendes.

Em nota, a Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo lamentou a morte do professor Antônio Carlos Mendes. “Um jurista completo, ex-professor do Departamento de Filosofia e Teoria Geral do Direito, foi juiz e subprocurador-geral da República. É mais uma vítima da covid-19. Adiante”, registrou.

Mendes deixa esposa, três filhos e dois netos.

Fonte: Metrópoles 
print