Conselheiro tutelar de Formosa/GO é preso pela PRF por direção perigosa em Sobradinho/DF

Ele estava conduzindo um carro roubado que havia sido entregue ao Conselho Tutelar pelo poder judiciário

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu na manhã desta terça-feira (18/05) o conselheiro tutelar de Formosa (GO), um homem de 42 anos, por direção perigosa. O flagrante aconteceu em Sobradinho (DF), na BR 020. Na ocasião, ele estava conduzindo um veículo cedido ao Conselho Tutelar.

Os policiais estavam em patrulhamento pela rodovia quando avistaram um Honda Civic em alta velocidade no sentido contrário. De imediato, os policiais acionaram os sinais luminosos e sonoros da viatura e passaram a acompanhar o veículo. Os PRFs afirmaram que o carro estava a cerca de 160km/h e não obedecia à ordem de parada. Após 6 km de acompanhamento, na altura da entrada de Sobradinho (DF), o condutor parou o carro.

Dentro do automóvel, havia nove ocupantes: três adultos e seis crianças. Obviamente, estavam sem o devido sistema de retenção, até porque excedia a capacidade máxima de lotação do carro, que é de cinco pessoas. O condutor do veículo estava com a habilitação vencida desde 2018. Disse que não percebeu que estava em alta velocidade e que também não tinha visto a viatura com policiais ordenando a parada. O carro estava sem placa e possuía emblema na lataria informando pertencer ao Conselho Tutelar.

Quando os policiais efetuaram a identificação veicular, descobriram que o motor pertencia a um veículo roubado e o chassi estava adulterado, de modo que não era possível naquele momento descobrir qual era a inscrição original. No sistema, o automóvel consta como roubado há exatos cinco anos, em 18/05/2016. Não há registro de recuperação do carro. O condutor apresentou um termo de compromisso e entrega do Sistema Judiciário de Goiás ao Conselho Tutelar de Formosa. Não há autorização para nenhum veículo transitar sem as placas.

Diante das graves condutas, os policiais rodoviários federais lavraram os autos de infração correspondentes (dirigir com a CNH vencida, direção perigosa, lotação excedente, criança sem sistema de retenção, transitar sem as placas) e o motorista foi preso e encaminhado à 13ª Delegacia de Polícia Civil do DF, onde foi autuado por direção perigosa. O veículo também foi encaminhado para aquela delegacia, onde serão analisadas as questões relativas ao veículo irregular.

 

Fonte: Policia Rodoviária Federal

print