Governo de Goiás intensifica ações em Formosa, no Entorno do Distrito Federal, e investimentos locais ultrapassam R$ 62 milhões

O Governo de Goiás já investiu mais de R$ 62 milhões no município de Formosa, no Entorno do Distrito Federal, a 280 quilômetros da capital do Estado. No começo de maio, o governador Ronaldo Caiado esteve na cidade para dar início às obras da ponte sobre o Córrego Taperão, na GO-116. A estrutura, com 12 metros de extensão, faz parte das ações do programa Goiás em Movimento – Eixo Pontes, programa que irá acelerar as obras de infraestrutura por todo o território goiano.

Esta primeira etapa é fruto da parceria entre a Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra) e a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). Somente em Formosa estão sendo construídas 13 pontes de concreto, todas na GO-116, importante rodovia para a escoamento da produção agropecuária do município. A previsão de entrega de todas as estruturas na cidade é ainda para este ano.

Saúde
Outra obra do Governo de Goiás em andamento na cidade é a construção da Policlínica Regional, que já tem 96,07% das obras concluídas. Com investimento de R$ 10 milhões, a estrutura deve ser entregue no segundo semestre. “Em agosto já quero estar com tudo instalado aqui, com exames, médicos especialistas, toda uma equipe montada para atender com padrão de excelência”, anunciou Caiado em visita à cidade.

A expectativa é de que a unidade ofereça aos pacientes 20 especialidades, entre elas cardiologia, otorrinolaringologia, ortopedista e clínico geral. A construção do prédio foi iniciada em governos anteriores, estava abandonada e foi retomada pela atual gestão.

Desde o início do mandato, o governador Ronaldo Caiado já repassou mais de R$ 13,9 milhões em investimentos na saúde do município. Como parte do projeto de regionalização da área em Goiás, o Executivo estadualizou, em 2020, o Hospital Regional de Formosa (HRF), que é referência no Entorno do Distrito Federal, juntamente com outra unidade da rede estadual, o Hospital Regional de Luziânia.

A unidade conta com pronto-socorro 24 horas, 44 leitos clínicos gerais, além de 26 enfermarias e 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pessoas infectadas pela Covid-19.

Educação
Na educação, o Governo de Goiás atua em 20 escolas da rede estadual em Formosa, atendendo 7.830 estudantes. Em pouco mais de dois anos foram investidos R$ 1,164 milhão no programa Reformar, os recursos são destinados à manutenção predial e pequenos reparos na estrutura física das unidades educacionais.

No projeto Equipar, o investimento foi de R$ 3,150 milhões, verba enviada diretamente às escolas para a aquisição, de forma direta e descentralizada, de equipamentos como computadores, materiais de laboratório e utensílios de cozinha. Outros R$ 1,138 milhão foram investidos na aquisição e distribuição de uniformes e pares de tênis para os alunos da rede estadual no município.

Ruas recapeadas e sinalizadas
Formosa é uma das 100 cidades que está incluída na primeira etapa do programa Goiás em Movimento – Eixo Municípios. O Estado vai celebrar convênios com as gestões das cidades goianas para a realização de serviços de recapeamento asfáltico, drenagem e sinalização horizontal de malha viária urbana em pontos definidos por cada prefeitura. Somente nessa primeira fase, o investimento deve chegar a R$ 200 milhões em todas as regiões de Goiás.

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-GO), por meio do programa Sinaliza Goiás, está investindo R$ 253 mil para implantar e revitalizar a sinalização viária da cidade de Formosa. O programa foi desenvolvido pelo Governo de Goiás, por meio do Detran-GO, para auxiliar municípios que necessitam de apoio para cumprir o que estabelece o Código Brasileiro de Trânsito (CTB), referente à sinalização. O objetivo é garantir maior segurança aos moradores e condutores goianos.

Saneamento
No início da atual gestão estadual, em fevereiro de 2019, foram finalizados pela Companhia Saneamento de Goiás S.A (Saneago) os trabalhos de ampliação do sistema de esgotamento sanitário em Formosa, cujos investimentos somam R$ 32,6 milhões.

Foram implantados 135 quilômetros de redes coletoras de esgoto e de 4.124 ramais domiciliares e também realizada a ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) com uma lagoa facultativa e outra de maturação. Essas obras resultaram na melhora dos números de saneamento básico. 95,4% da população de Formosa possui serviços de coleta e de tratamento de esgoto.

Mais empregos
O governador Ronaldo Caiado trabalha para incentivar empresas a investirem em Goiás, com mais empregos e renda. Quatro indústrias instaladas em Formosa estão inseridas no ProGoiás. A regionalização é uma das metas desse programa, que se propõe a diversificar o setor, impulsionar inovação e renovação tecnológicas. Esses quatro empreendimentos geram mais de 880 empregos diretos e indiretos no município. Juntas elas investiram quase R$ 10 milhões para se instalar e expandir ações no município.

Entre 2020 e março deste ano, Formosa gerou um saldo positivo de 658 vagas com carteira de trabalho assinadas, somando 8.800 contratações.

Por meio do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO), nos anos de 2019, 2020 e 2021 (até abril), o governo estadual já fechou 545 contratos, com geração de 6.230 postos de trabalho. São mais de R$ 119 milhões liberados para investimentos nas empresas que operam na cidade.

Campo e alimentação
No setor produtivo, o investimento em Formosa está orçado em R$ 1,160 milhão para a aquisição de maquinário e ainda para a compra de produtos que garantirão a segurança alimentar na região e o aquecimento do mercado local.

No programa Mecaniza Campo, oito máquinas, sendo três caminhões basculantes, dois tratores agrícolas, duas plainas concha e uma retroescavadeira, foram adquiridas pelo Estado pelo valor de R$ 986 mil.

Já pelo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA Estadual), mais R$ 173 mil estão prestes a serem repassados ao município para a compra de alimentos a serem distribuídos para a população.

Apoiam o Governo de Goiás no PAA Estadual a Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), o Gabinete de Políticas Sociais (GPS), o Ministério da Cidadania do Governo Federal e a Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater Goiás).

Políticas sociais
A Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), que tem como presidente de honra a primeira-dama do Estado, e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), Gracinha Caiado, realiza desde os primeiros dias da atual gestão ações no município.

Em pouco mais de dois anos, dezenas de famílias receberam auxílios da OVG. Foram 25.606 benefícios como doações de cadeiras de rodas padrão e higiênicas, andadores, muletas, bengalas, além de cobertores, brinquedos, kits de medicamentos, fraldas descartáveis para crianças e idosos, bem como enxovais para bebês, latas de leite especial, exames de DNA, colchões caixa de ovo e colchões d’água. Em 2020, foram enviadas 6.686 cestas básicas para serem distribuídas à população vulnerável do município.

Em outra ação, que facilita o acesso à educação superior, o Programa Universitários do Bem, coordenado pela OVG, contempla 329 estudantes de Formosa com bolsas estudantis.

Melhoria no atendimento
A unidade do Vapt-Vupt de Formosa passa por reformas. Recebe pintura completa, substituição de portas, revisão das instalações elétricas e melhorias dos sanitários e da iluminação do local. O investimento do Executivo estadual é de R$ 40 mil. O objetivo é melhorar o ambiente de trabalho para os servidores e prestar um atendimento de excelência ao cidadão.

 

Fotos: Secom

Legendas
Foto 1: Governador Ronaldo Caiado visita obras da nova Policlínica Regional de Formosa: hospital começa a funcionar no segundo semestre deste ano e os investimentos do Governo de Goiás somam mais de R$ 10 milhões.

Foto 2: Governador Ronaldo Caiado, em Formosa, dá início às obras da ponte sobre o Córrego Taperão, na GO-116: estrutura, com 12 metros de extensão, faz parte das ações do Goiás em Movimento-Eixo Pontes, programa que vai acelerar iniciativas em infraestrutura por todo o território goiano.

 

Fonte: Governo de Goiás

print