Caiado lança programa para garantir internet de alta velocidade nas escolas estaduais e anuncia R$ 19 milhões em benefícios para setor da educação

O governador Ronaldo Caiado anunciou, nesta sexta-feira (28/05), uma nova série de benefícios para a área da educação em Goiás. Entre elas está o programa Conectar, que vai garantir internet de alta velocidade às escolas da rede estadual de ensino. A meta é assegurar que os alunos tenham acesso a uma boa conexão em sala de aula, o que vai favorecer o uso pedagógico das tecnologias digitais em prol do aprendizado.

“Temos que fazer com que as escolas de Goiás sejam referência, as melhores do país”, afirmou o governador sobre a importância do acesso à internet de qualidade para expansão do processo de ensino. O lançamento do programa ocorreu durante a I Formação de Coordenadores Regionais, Assessores Financeiros e Pedagógicos ligados à Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

Caiado autorizou, ao longo do evento, realizado em Goiânia, o repasse de R$ 15 milhões para pagamento da primeira parcela do Programa Pró-Escola 2021. A ação auxilia as unidades de ensino e as Coordenações Regionais de Educação (CREs) no âmbito administrativo. Também serão destinados R$ 944,3 mil para as CREs. Na mesma solenidade, foram entregues 745 TVs, 16 notebooks e dois aparelhos datashow para as escolas da rede.

Sem burocracia
O programa Conectar dará suporte a escolas a partir de recursos para contratação direta de internet. O repasse será mensal, e a quantia dependerá do porte da unidade de ensino. Serão R$ 233 para escolas com menos de 210 alunos e até R$ 300 para aquelas com mais de 1,7 mil estudantes.

A estimativa do Governo de Goiás é investir R$ 4 milhões na iniciativa até o fim do ano. “Essa verba dará ao aluno a capacidade de buscar, pesquisar e avançar nos seus estudos a partir da internet de alta velocidade”, frisou Caiado.

A secretária de Estado da Educação, Fátima Gavioli, afirmou que a seriedade com que o governador administra a máquina pública já mostra resultados. Como exemplos, mencionou a superação das dificuldades financeiras e os anúncios que contemplam alunos da rede estadual, mesmo em meio à pandemia. “As injustiças e a falta de valorização dos trabalhadores e dos estudantes foram corrigidas”, disse.

As escolas que desejarem aderir ao Conectar devem realizar o cadastro prévio no site www.conectar.educacao.go.gov.br e informar as atuais características de acesso à internet. É necessário especificar, por exemplo, a velocidade disponível e os provedores que atendem a região. Essas informações serão analisadas pela Superintendência de Tecnologia da Seduc, responsável por avaliar o melhor custo-benefício para cada caso.

A orientação é que, antes da contratação, seja feito o cálculo da velocidade mínima a ser contratada. Essa conta deve considerar a quantidade de alunos presentes no período com o maior número de matriculados multiplicada por 200 Kbps. Por exemplo: uma unidade escolar cujo maior número de alunos matriculados por período seja 100 deverá contratar um circuito de internet com velocidade mínima de 20 Mbps (considerando que 1000 Kbps corresponde a 1Mbps).

Todo o processo será monitorado pelo próprio site do programa. Nele, as escolas devem prestar contas e enviar os comprovantes mensais de pagamento do serviço contratado. O portal do Conectar também vai disponibilizar opções para que as unidades solicitem o suporte técnico da equipe de tecnologia da Seduc.

Internet Patrocinada
Outra novidade anunciada por Caiado é o Programa Internet Patrocinada. Trata-se da isenção do consumo de dados móveis durante a navegação pelo aplicativo NetEscola. A partir dessa ação, os alunos matriculados na rede estadual de ensino terão acesso aos conteúdos e videoaulas disponibilizados no aplicativo de forma gratuita, sem que haja desconto no pacote de internet móvel.

Para que a isenção seja aplicada, o estudante deverá informar o login e senha, que serão fornecidos pela escola. Uma vez logado no NetEscola, ele terá livre acesso às atividades e videoaulas, sem se preocupar com o consumo da internet. “É uma iniciativa muito importante para aluno e professor. Quem paga esse acesso ao portal é o governo do Estado”, explicou Gavioli.

Participaram do evento a subsecretária de Execução da Política Educacional, professora Helena Bezerra; o comandante de ensino da Polícia Militar, coronel André Willian; o prefeito de Goianira Carlão da Fox; o aluno que foi segundo lugar na Olimpíada Nacional de Ciência 2020, Dimitri de Sousa; além de coordenadores, assessores pedagógicos e financeiros e demais servidores da Seduc.

Foto: Lucas Diener

Legenda
Governador Ronaldo Caiado e secretária estadual da Educação, Fátima Gavioli, anunciam R$ 19 milhões em benefícios para alunos da rede de ensino: entre as novidades está disponibilização de internet para pesquisa e desenvolvimento dos estudos

 

Fonte: Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

print