Bolsonaro: “No que depender de mim, vai ter Copa América no Brasil”

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse, nesta terça-feira (1º/6), que, se depender do governo federal, a Copa América 2021 será sediada no Brasil. Na segunda-feira (31/5), após reuniões no Palácio do Planalto, o ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, pontuou que ainda não havia confirmação sobre a realização do campeonato no país.

“No que depender de mim e de todos os ministros, inclusive o da Saúde – já tá acertado –, haverá. Protocolo é o mesmo da Libertadores, é o mesmo da Sul-Americana, é a mesma coisa”, disse o mandatário da República a apoiadores na saída do Palácio da Alvorada.

O chefe do Executivo ainda acusou a Globo de promover movimento contrário à realização do torneio no Brasil pelo fato de a emissora não ter os direitos de transmissão. E relacionou a Copa América a outros torneios de futebol realizados.

“Copa América: sim, fui consultado no dia de ontem pela CBF. Conversei com todos os ministros interessados. Da nossa parte, positivo. Agora, o que que está havendo aqui: um movimento da Globo contrário, porque o direito de transmissão é do SBT. Está havendo jogo da Libertadores, não tá havendo? Também da Sul-Americana”, apontou o presidente.

Mais tarde, durante a Cerimônia de Anúncios da CAIXA: Patrocínio ao Esporte Brasileiro, no Palácio do Planalto, Bolsonaro reforçou a posição quanto a realização do evento esportivo. “No que depender do governo federal, será realizada a Copa América no Brasil”, reiterou.

“Considero assunto encerrado, já tratei com ministro da Casa Civil. Todos os ministros são favoráveis, com mesmos protocolos das eliminatórias e da libertadores, caso encerrado”, finalizou.

Eliminatórias

Bolsonaro também usou como exemplo a partida de sexta-feira (4/6) das Eliminatórias da Copa do Mundo. “Ninguém fala nada, não tem problema nenhum. Por que quando se fala em Copa América querem questionar que causa aglomeração, ajuda a disparar o vírus etc.? É pressão dessa imprensa chamada Globo, nada mais além disso.”

“Vamos acabar com a Libertadores, então, é isso? TV Globo, perderam. E abre o olho para 22 (2022), hein?”, prosseguiu o mandatário.

Na segunda-feira, a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) anunciou que o Brasil sediará o torneio, que tem data prevista para começar em 13 de junho.

Inicialmente, o campeonato seria realizado na Colômbia e na Argentina, mas os países vivem uma crise política e sanitária, respectivamente, em razão da pandemia de coronavírus.

O Brasil soma mais de 16,5 milhões de casos da Covid-19 e mais de 462 mil óbitos pela doença.

A conversa de Bolsonaro com apoiadores foi registrada por um canal no YouTube simpático ao presidente.

 

Fonte: Metrópoles

print