Eliminatórias: Vidal é hospitalizado com a Covid-19 e desfalca o Chile

A seleção do Chile terá um importante desfalque para as partidas contra Argentina e Bolívia, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, que será no Catar. Na noite de segunda-feira (31/5), o meio-campista Arturo Vidal, que atua na Internazionale, precisou ser hospitalizado em Santiago após ter sido infectado pelo novo coronavírus.

A comissão médica da seleção chilena informou que Vidal apresentava um quadro febril. Horas depois, a Associação de Futebol Profissional (AFNP, na sigla em espanhol), que comanda o futebol no Chile, divulgou nas redes sociais e em seu site oficial que ele testou positivo para a Covid-19 no exame realizado na segunda-feira.

Vidal, que apresenta um quadro de amidalite pultácea severa, já havia sido isolado do resto do grupo, como medida preventiva adotada pela equipe médica. O Chile não apresentou outros quadros positivos do novo coronavírus nos testes de segunda.

O meio-campista da Internazionale esteve em contato com uma pessoa infectada assintomática. Ele se manifestou nas redes sociais sobre a sua condição e mandou uma mensagem para os trabalhadores da área da saúde e para a população em geral também.

“Infelizmente, durante os testes descobri que testei positivo para Covid, depois de me encontrar com um amigo assintomático. Desta vez não poderei estar em campo, mas apoiarei meus companheiros com todas as minhas forças. Agradeço a todos os trabalhadores da saúde que estão lutando contra esse enfermidade E peço, por favor, a quem possa: se vacine!”, declarou Vidal em seu Twitter.

O jogador já havia recebido a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus na última sexta-feira, enquanto estava concentrado com o resto da seleção chilena para os próximos jogos pelas Eliminatórias — nesta quinta-feira (3/6) contra a Argentina, fora de casa, e no dia 8 contra a Bolívia, em Santiago.

 

Fonte: Metrópoles

print